Olhar Jurídico

Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Notícias / Ambiental

Audiência de estudante acusado de zoofilia é marcada para dia 30 de julho

Da Redação - José Lucas Salvani

17 Abr 2019 - 15:45

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Audiência de estudante acusado de zoofilia é marcada para dia 30 de julho
Foi marcada para o dia 30 de julho, no Juizado Volante Ambiental, a audiência do estudante Emerson Fernandes Pedroso, 27 anos, acusado por maus-tratos contra animais. Em 2017, Emerson gravou e publicou um vídeo de zoofilia com uma cadela que, segundo ele, teria sido encontrada na rua.

Leia mais:
Justiça determina medidas emergenciais para evitar rompimento de barragem em Mato Grosso

O processo contra o suspeito deverá tramitar pelo rito sumaríssimo, por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo. Na audiência, a defesa poderá responder a acusação. “Em seguida, será ou não recebida a denúncia [do Ministério Público], momento em que, sendo possível, proceder-se-á proposta de suspensão condicional do processo”, explica o juiz Rodrigo Roberto Curvo, responsável pelo caso.

Emerson foi preso em abril de 2017 por publicar um vídeo no Facebook de zoofilia com uma cadela que teria sido encontrada na rua. A gravação causou revolta na sociedade e em diversas Organizações Não-Governamentais de proteção aos animais.

O jovem foi ouvido por mais de duas horas pela Delegacia de Meio Ambiente, alegando, na época, ter sofrido ataques desde que as imagens de maus tratos se espalharam. Ele chegou à Dema em um carro com duas marcas de balas. Além dos tiros, o estudante teve sua casa invadida e saqueada e foi alvo de todo tipo de ataques virtuais, por meio das redes sociais.

Três animais que pertenciam ao estudante foram resgatados pela polícia. Os cachorros foram destinados à entidades protetoras para os devidos cuidados. Também foram realizadas perícias nos animais.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet