Olhar Jurídico

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Criminal

Conselheiro afastado processa empresário que o delatou

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

21 Abr 2019 - 16:35

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Conselheiro afastado processa empresário que o delatou
O conselheiro afastado Sérgio Ricardo, desde o final do ano passado, processa pelos crimes de calúnia e difamação, o empresário Marcos Tolentino da Silva, um dos delatores no âmbito da Operação Ararath, que apura uma suposta compra de vaga na corte.

Leia também
Silval afirma que nunca prometeu apresentar notas promissórias ao STF


A primeira audiência de conciliação está marcada para as 14h de segunda-feira (22), na Décima Vara Criminal, de acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT).

Em seu acordo de colaboração premiada firmado junto ao Ministério Público Federal (MPF), Tolentino detalhou a compra da Rede Mundial de Rádio e Televisão Ltda (Canal 27), em 2009, pelo valor de R$ 5 milhões, logo após a primeira tratativa para compra da vaga do então conselheiro Alencar Soares.

O empresário também afirmou em seus depoimentos, que Sérgio Ricardo ameaçou o seu filho e ele próprio para que ocultasse a compra do canal de TV.

Sérgio Ricardo está afastado do cargo desde janeiro de 2017, por conta da acusação de envolvimento na compra da vaga do TCE. Em setembro do mesmo ano, o STFo afastou novamente, junto com outros quatro conselheiros, durante a operação Malebolge.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    22 Abr 2019 às 07:52

    Kkkkkkkkk aqui em MT a linguiça morde o cachorro.

  • Nonato
    22 Abr 2019 às 07:50

    O sujo falando do mal lavado...sinhor ja rodou na parada pro tribunà vc num vorta

  • EDUARDO S
    21 Abr 2019 às 19:17

    Seria Cômico se não fosse hilário isso, pois o cara chega a Mato Grosso e não tinha recursos,,,não que não possa ganhar dinheiro , mas a rapidez com que adquiriu a sua riqueza,,,deum um bum imenso e em pouco espaço de tempo,,,,mas afinal a justiça o afasta e o empresario que é culpado pela vaga no TCE,,,,sabemos disso

  • Pepeu
    21 Abr 2019 às 19:15

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Jaimão da cohab nova
    21 Abr 2019 às 19:11

    É o poste mijando no cachorro.

Sitevip Internet