Olhar Jurídico

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias / Criminal

De tornozeleira, Silval terá que comprovar trabalho em um mês para não voltar ao regime fechado; veja vídeo

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Arthur Santos da Silva

21 Mai 2019 - 15:32

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

De tornozeleira, Silval terá que comprovar trabalho em um mês para não voltar ao regime fechado;  veja vídeo
O ex-governador Silval Barbosa, que começou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica nesta terça-feira (21), terá 30 dias para conseguir um emprego e manter-se no regime semiaberto, caso contrário, retornará ao regime fechado. Esta é uma das obrigações com a qual ele terá que cumprir, após conseguir a progressão de regime. Além disto, será necessário que compareça mensalmente ao Juízo, para comprovar que continua trabalhando.

Leia mais:
Silval Barbosa recebe tornozeleira eletrônica e passa ao regime semiaberto
 
Silval Barbosa está proibido de frequentar lugares inapropriados, como casa de prostituição, casa de jogos, bocas de fumo e locais similares. Além disto, também não pode portar armas brancas (faca, canivete, estilete, etc) ou de fogo (revólver, fuzil, explosivos, etc).
 
O ex-chefe do Executivo terá que recolher-se na sua residência das 22h às 06h do dia seguinte. Porém, está autorizado a sair nos primeiro sete dias para trabalhar ou buscar emprego. Caso não consiga, terá mais 23 dias para buscar trabalho por telefone. Se em 30 dias ele não obter sucesso na procura, será possível a sua regressão para o regime fechado.
 
O magistrado também proibiu que o desembargador ingira bebida alcoólica ou faça uso de qualquer espécie de substância entorpecente. Caso se envolva em qualquer tipo de infração penal (crime ou contravenção) ele também poderá retornar para o regime fechado.
 
Silval poderá conseguir autorização judicial para trabalhar, em local fechado, após o horário permitido; frequentar cursos e participar de cultos religiosos, sendo que neste último caso é necessária uma carta da liderança religiosa, constando o endereço da igreja e o respectivo horário.
 
Entre outras obrigações também está a de permanecer em Cuiabá e Várzea Grande e se apresentar mensalmente ao juízo. Silval Barbosa cumprirá dois anos e seis meses no regime semiaberto diferenciado.
 
O ex-governador deixou o Centro de Custódia de Cuiabá após quase dois anos de prisão preventiva em consequência da Operação Sodoma, em junho de 2017 e desde então cumpria detenção domiciliar.
 
Ele firmou acordo de delação premiada e se comprometeu a devolver R$ 70 milhões ao erário.  

 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Julio Silimbú.
    22 Mai 2019 às 08:46

    Há meu bom juiz,meu bom juiz. Não bata esse martelo,e nem dê a sentença. Antes de ouvir o que o executivo diz,Pois esse homem não tão ruim como o Sr. pensa.Vou provar que no seu mandado ele foi rei, coroado pelos servidores,não perseguiu os funcionários e pagou todos os Rgas em dia, e os salarios no mês trabalhado.ÉÉÉ...Mas,não se pode na vida eu sei!! Sim.Ser governo para sempre.

  • Julian
    21 Mai 2019 às 21:00

    Oq mai ele vai ter proposta de emprego de algum da mesma índole dele ajudou muita gente isso vai ser mamao com açúcar BRASIL pais da impunidade justica aqui so serve para pobre infelizmente.

  • ZÉ NINGUÉM
    21 Mai 2019 às 19:50

    JUNTA COM O EX DESEMBARGADOR E MONTA UMA DUPLA SERTANEJA SE FALTAR TRABALHO. ESSE BRASIL E SUAS LEIS SAO NOJENTAS.

  • CARLOS
    21 Mai 2019 às 18:25

    ( O MAGISTRADO TAMBÉM PROIBIU QUE O DESEMBARGADOR INGIRA BEBIDA ALCÓOLICA ) SILVAL VIROU DESEMBARGADOR?

  • Roberto
    21 Mai 2019 às 17:45

    Queremos saber do R$ 1 Bi..... o que virou ? Não irão atrás disso ? O Governo passa por dificuldades por causa desse tipo de coisa !!

Sitevip Internet