Olhar Jurídico

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Criminal

Silval oferece cobertura de R$ 3,4 milhões para reaver terrenos entregues em delação

Da Redação - Arthur Santos da Silva

06 Jun 2019 - 11:00

Foto: Google

Silval oferece cobertura de R$ 3,4 milhões para reaver terrenos entregues em delação
O Ministério Público Estadual (MPE) deu parecer favorável ao pedido para que três bens entregues na delação premiada do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa sejam substituídos pelo seu apartamento localizado na cobertura do Edifício Riviera da América, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá, com avaliação de R$ 3,4 milhões.

Leia também 
Juíza desbloqueia valor em ação sigilosa contra Silval Barbosa, ex-secretários e construtora
 

Entre os bens que provavelmente serão substituídos estão dois terrenos sem edificações. O MPE considera que a crise imobiliária pode afetar o valor futuro das propriedades. Conforme parecer do promotor de Justiça Mauro Poderoso, o posicionamento é favorável “por ser mais viável e vantajosa para o Estado de Mato Grosso” a cobertura no bairro Jardim das Américas.
 
“É mais viável e vantajoso para o Estado, por possuir boa área privativa, por ser um bem imóvel exclusivo (cobertura), por estar localizado em um bairro nobre capital Cuiabá/MT e por possuir melhor liquidez comparando-o com os imóveis a serem substituídos”, afirma o MPE
 
Ciente do parecer, caberá ao juízo da Vara de Execução Penal decidir sobre a possibilidade de substituição. Não há data definida para que o exame sobre o caso seja efetuado.
 
A delação de Silval Barbosa se comprometeu a ceder um lote urbano em Sinop de R$ 860 mil, uma fazenda em Peixoto de Azevedo, avaliada em R$ 33 milhões, outra fazenda em Peixoto de Azevedo de R$ 10,4 milhões, uma aeronave avaliada em R$ 900 mil e um imóvel em Cuiabá de R$ 1,2 milhão.

Para completar o valor de R$ 70 milhões, Silval firmou compromisso de depositar em uma conta judicial R$ 23,4 milhões, em cinco vezes.

Até o momento apenas o bimotor modelo Seneca III BEM 810D, avaliado em R$ 900 mil, foi transferido. Atualmente a aeronave atende às forças de segurança de Mato Grosso, com transporte de autoridades e até mesmo de presos. Silval segue cumprindo pena no regime semiaberto.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Areal II
    07 Jun 2019 às 10:46

    E VALE ISSO ????

  • Fernanda
    06 Jun 2019 às 20:28

    Prédio cafona

  • nelson
    06 Jun 2019 às 14:55

    esse cara roubou demais, o que esta devolvendo são migalhas, caramba se a justiça é cega, as autoridades não

Sitevip Internet