Olhar Jurídico

Segunda-feira, 24 de junho de 2019

Notícias / Civil

Grupo empresarial de ex-deputado entra em recuperação por dívidas de R$ 25,9 milhões

Da Redação - Arthur Santos da Silva

12 Jun 2019 - 11:34

Foto: Reprodução

Grupo empresarial de ex-deputado entra em recuperação por dívidas de R$ 25,9 milhões
O juiz João Filho de Almeida Portela, da Segunda Vara Cível de Barra do Garças, autorizou a recuperação judicial do Grupo Motogarças, ligado ao ex-deputado Adalto de Freitas Filho, o Daltinho. Dívida total é  de R$ 25,9 milhões.

Leia também
Justiça anula registro de área avaliada em R$ 29 milhões negociada por Silval ao preço de R$ 1 milhão

 
São parte do grupo as empresas Motogarças Comércio de Veículos & Peças Ltda, Administradora Bela Formosa Ltda, Administradora e Locadora Águas Xingu Ltda, Prestal P. Serviços Ltda e San Lorenzo Park Hotel Ltda.
 
O conglomerado atua no ramo de concessionária de motocicletas e arrendamento de pastagens há 33 anos. O faturamento anual chegou a atingir R$ 80 milhões.  

Motogarças contou em seu melhor momento com 16 filiais em 15 municípios de Mato Grosso e Goiás. A causa da instabilidade financeira, conforme o processo, foi crise econômica que se instalou no país, no ano de 2013, pelo desequilíbrio financeiro.

João Portela verificou que o grupo atendia a todos os requisitos exigidos pela lei para ser agraciado com a recuperação judicial. A empresa Valor Judicial, representada pelo advogado  Marcel Ribeiro da Rocha, foi nomeado para a função de administradora.
 
Ações de execuções contra as empresas foram suspensa pelo prazo de 180 dias. A recuperação foi autorizada em novembro de 2018, mas ganhou publicidade na última semana após publicação no diário de Justiça. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet