Olhar Jurídico

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Notícias / Geral

TCU aplica multa de R$ 5 milhões em Wilson Santos por irregularidades no Rodoanel

Da Redação - Arthur Santos da Silva

15 Jul 2019 - 16:56

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

TCU aplica multa de R$ 5 milhões em Wilson Santos por irregularidades no Rodoanel
A Primeira Câmara do Tribunal de Contas da União (TCU) observou irregularidades em julgamento do dia 25 de junho e condenou o ex-prefeito de Cuiabá (atual deputado estadual), Wilson Santos (PSDB), em tomada de contas especial instaurada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Procedimento trata sobre o Rodoanel.

Leia também 
Wilson Santos vira réu em ação por fraude de R$ 20 milhões no Rodoanel

 
Wilson Santos foi condenado a pagar R$ 5 milhões em forma de multa. Josué de Souza Júnior, ex-secretário municipal de Infraestrutura, também sofreu condenação estipulada em R$ 5 milhões. Enedino Antunes Soares , fiscal do contrato, condenado em R$ 4 milhões. A empresa Conspavi Construção e Pavimentação Ltda, no valor de R$ 6 milhões.
 
A tomada de contas especial é um processo administrativo devidamente formalizado, com rito próprio, para apurar responsabilidade por ocorrência de dano à administração pública federal. Objetivo é obter o respectivo ressarcimento.

A dinâmica tem por base a apuração de fatos, a quantificação do dano e a identificação dos responsáveis. Conforme norma do Tribunal de Contas da União, caso solicitado, as dívidas dos ex-gestores poderão ser divididas em até 36 vezes, “com a incidência sobre cada parcela dos devidos encargos legais até o efetivo pagamento”.
 
Ainda segundo publicação, Wilson, Josué, Enedino e a sociedade empresária Conspavi deverão restituir valor ainda carente de atualização aos cofres do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes tendo em vista dano ao erário decorrente de pagamentos de serviços não executados. Valor atualizado em agosto de 2018 trazia o montante de 14 milhões.
 
Wilson Santos é réu na Justiça Federal por fraude à licitação e pagamento indevido na construção do Rodoanel. 

Conforme relatório da Controladoria-Geral da União juntado ao processo da Justiça Federal, “[...] o dano ao erário apurado foi de R$10.647.108,96, cujo valor atualizado até 20/08/2014 é de R$20.682.773,35, sendo que R$10.140.703,75 sob a responsabilidade integral do Senhor Wilson Pereira dos Santos, ex-prefeito do Município de Cuiabá, atualizado até a data de 20/08/2014 no montante de R$19.616.329,08”.

Outro lado

A respeito do acórdão 4771 divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o deputado estadual Wilson Santos  afirma que respeita a decisão, porém, discorda do resultado do julgamento, uma vez que, a TCE (tomada de Contas Especial) feita pelo DNIT não oportunizou aos prestadores de contas a possibilidade do contraditório. 

O julgamento não considerou em momento algum que a TCE (Tomada de Contas Especial) feita pelo DNIT periciou parte da obra, e nem elucidou todos os pontos questionados pelos prestadores de contas na parte periciada. O TCU conferiu total veracidade ao relatório parcial apresentado na TCE/DNIT.

Assim que formos notificados oficialmente pelo TCU, faremos os embargos declaratórios para suprir dúvidas, omissões e obscuridades da sentença, e se isso não for suficiente para a solução do caso, há ainda a possibilidade de recursos à própria câmara.

Em resumo estamos sendo julgados por uma obra que foi medida pelo DNIT, parcialmente.

 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luis Carlos
    15 Jul 2019 às 23:35

    Ai Enedino! Apresenta a memória de cálculo agora kkkkk. Era só o que você sabia falar. Vá dimensionar bueiro em subida para ver no que dá.

  • Anísio
    15 Jul 2019 às 22:25

    Quero ver a efetivação dessa cobrança, porque a lengalenga está durando muito tempo.

  • CLAUDIO JOSE SONEGO
    15 Jul 2019 às 21:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rocha
    15 Jul 2019 às 21:51

    Só isso ??

  • Leo
    15 Jul 2019 às 19:13

    Vixi galinho, e agora?

  • rodrigo
    15 Jul 2019 às 18:15

    Porque, apesar de tudo o que o Wilson santos já fez contra a moralidade e legalidade o povo de MT ainda vota nesse cara?

  • AVANÇA LOGO MT
    15 Jul 2019 às 18:03

    ISSO COBRA DOS MAUS GESTORES TODAS PARA SERVIR DE EXEMPLO AOS OUTROS , OS ESTADOS ESTÃO QUEBRADOS POR FALTA DE GESTÃO E MUITA CORRUPÇÃO

  • Observador
    15 Jul 2019 às 18:03

    E a prisão quando sai?

  • Marlon
    15 Jul 2019 às 17:54

    Antes tarde do que nunca. Du-vi-de-o-dó que vao pagar.

  • ELIBERTO CRUZ
    15 Jul 2019 às 17:41

    Estão querendo quebrar a asa do Galo Índio.

Sitevip Internet