Olhar Jurídico

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Criminal

Coronel afirma que Taques sabia, ajudou a montar grampolândia e usou escutas para barrar Riva no TCE

Da Redação - Wesley Santiago

16 Jul 2019 - 07:12

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Coronel afirma que Taques sabia, ajudou a montar grampolândia e usou escutas para barrar Riva no TCE
O coronel PM Zaqueu Barbosa afirmou, durante depoimento feito no período em que propôs delação premiada, que o ex-governador Pedro Taques (PSDB) sabia do esquema de escutas ilegais e ainda ajudou a montá-lo. O objetivo seria de obter informações sobre os adversários na campanha que elegeu o ex-chefe do Executivo. Além disto, as escutas ilegais foram utilizadas para barrar a indicação da mulher do ex-deputado estadual José Riva, Janete Riva, ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Leia mais:
OAB promete acompanhar audiência de militares suspeitos por grampos
 
Ainda conforme o coronel da PM, o ex-secretário da Casa Civil e primo do ex-governador, Paulo Taques, também sabia e auxiliou no esquema. As informações do depoimento foram concedidas na segunda-feira (15) pelo coronel e divulgadas pela TV Centro América.
 
No documento, Zaqueu relatou que os ex-gestores não apenas sabiam do esquema como ajudaram a montá-lo. Ele afirmou que os grampos começaram ainda na época da campanha, com o objetivo de obter informações sobre os adversários.
 
Durante o mandato de Taques, eles teriam continuado com as escutas para receber informações sobre as pessoas grampeadas e assim, montar estratégias de defesa.
 
Ainda conforme o coronel, por meio dos grampos, Taques soube que Janete Riva seria indicada para uma vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O ex-governador, ao saber disto, disse que seria preciso agir para impedir que a mulher de José Riva fosse nomeada.
 
O coronel reiterou que o Pedro Taques, além de financiar as escutas clandestinas, se utilizou das informações obtidas por meio dos telefones grampeados.
 
Nesta terça-feira (16), a Justiça Militar fará novo interrogatório de todos os envolvidos no esquema de grampos telefônicos ilegais. A expectativa é que pelo menos três dos envolvidos confessem a participação e entreguem os primos Taques como idealizadores da ‘grampolândia pantaneira’.

Outro lado

Sobre essa denúncia, Pedro Taques (PSDB) disse que é inocente das acusações e vai provar em juízo. Já Paulo Taques não quis comentar a declaração de Zaqueu.
 
Ação contra militares
 
No processo corrente na Justiça Militar e conhecido como grampolândia pantaneira, são réus os coronéis Zaqueu Barbosa, Evandro Alexandre Ferraz Lesco, Ronelson Jorge de Barros, o tenente-coronel Januário Antônio Batista e o cabo Gerson Corrêa Júnior.
 
Reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, revelou na noite de 14 de maio de 2017 que a PM em Mato Grosso grampeou de maneira irregular uma lista com dezenas de pessoas que não eram investigadas por nenhum crime. 
 
A matéria destacou como vítimas justamente a deputada estadual Janaína Riva, além do advogado José do Patrocínio e o jornalista José Marcondes Neto, conhecido como Muvuca.
 
O esquema de arapongagem já havia vazado na imprensa local após o início da apuração de Fantástico.
 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Arruda
    16 Jul 2019 às 18:06

    Pedro Taques vai ser preso quando???!!!

  • Sinvaldo
    16 Jul 2019 às 10:51

    RIVA CONDENADO A MAIS DE 100 ANOS DE PRISÃO, QUANDO IRÁ CUMPRIR PENA NA PCE (PASCOAL RAMOS) ????

  • João Marinho dos Santos
    16 Jul 2019 às 09:21

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • MARIA TAQUARA
    16 Jul 2019 às 09:06

    tão óbvio... mas demoraram muito para assumir, criminosos só confessam quando lhes faltam alternativas

  • gilvania de mello
    16 Jul 2019 às 08:39

    cruzes que horror. #NÃOvoltataques

  • Ralf
    16 Jul 2019 às 08:10

    Riva Livre já.

  • Cláudia
    16 Jul 2019 às 08:07

    Todo Mato Grosso sabe o que o coronel Zaqueu e outros militares afirmaram, que Pedro Taques e seu primo Paulo Taques montaram o esquema de grampos e ouviram mais de 70 mil pessoas segundo relato do Desembargador Orlando Perri,mas não será denunciado pelo MP,como não foi pelo MPF nas delacões de Alan Malouf e Perminio nos casos de corrupção do governo Taques com recursos Federais!!!Baton na cueca,mas a esposa faz de conta que não viu...

  • nilton
    16 Jul 2019 às 07:54

    vítimas são MILHARES de pessoas que foram grampeadas ilegalmente Desembargador Perri que não deixou esse negócio ficar na pizza

  • pedalada
    16 Jul 2019 às 07:48

    Se foi pra barrar a Janete Riva qual o problema? Iria colocar mais um sanguessuga no TCE, tem é que agradecer.

Sitevip Internet