Olhar Jurídico

Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Notícias / Criminal

Juiz pede providências para exame de insanidade mental em acusado de matar e arrancar coração da própria tia

Da Redação - Arthur Santos da Silva

17 Set 2019 - 10:18

Foto: Reprodução

Juiz pede providências para exame de insanidade mental em acusado de matar e arrancar coração da própria tia
A magistrada Emanuelle Chiaradia Navarro, da 1ª Vara Criminal de Sorriso (397 km de Cuiabá), determinou que sejam estabelecidas providências necessárias para agendamento visando realização de exame de insanidade mental em Lumar Costa da Silva, acusado de matar a própria tia, Maria Zelia da Silva Cosmos, retirando o coração da vítima.

Leia também 
Supremo impede novo registro de MT em cadastro negativo e garante R$ 1,175 bilhão de convênios
 

Conforme a magistrada, o juízo deve ser informado acerca do dia e hora designado para o exame de insanidade mental com no mínimo 30 dias de antecedência.
 
Lumar Costa da Silva foi denunciado em manifestação do Ministério Público (MPE) por homicídio qualificado por motivo fútil, meio cruel, emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, bem como por roubo e furto.

De acordo com a investigação, Lumar matou a tia em 2 de julho, por volta das 20h50, no bairro Bela Vista, em Sorriso.

Na sequência, o acusado furtou R$ 800 da vítima, roubou o carro da prima, adentrou na subestação de energia, arremessou o veículo contra um transformador e tentou atear fogo no local, quando foi preso por policiais militares.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • silvio lopes de moraes
    19 Set 2019 às 09:02

    Matar ,arrancar o coração e levar para a filha né.Nem precisa de exame precisa de um tiro de calibre 12.Porque ele vai sair da prisão um dia e fazer isso denovo,alguém alem do estado incompetente tem duvida disso?

  • SONIA REGINA DA SILVA OLIVEIRA
    17 Set 2019 às 17:14

    UM Crime bárbaro como este , ele ainda é chamado de "acusado"

  • AVANÇA MT
    17 Set 2019 às 15:04

    ESSE TIPO NÃO TEM RECUPERAÇÃO ,TEM HAVER LEIS MAIS RIGOROSOS ESSES DEPUTADOS EM VEZ DE FICAR FAZENDO PROJETO INÚTIL TEM QUE FAZER LEIS PARA LIVRAR AS PESSOAS DESSES TIPOS

Sitevip Internet