Olhar Jurídico

Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Notícias / Criminal

Riva nega acordo de delação e promete identificar autor de documento supostamente falso

Da Redação - Arthur Santos da Silva

09 Out 2019 - 16:03

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Riva nega acordo de delação e promete identificar autor de documento supostamente falso
O ex-deputado Jose Riva negou nesta quarta-feira (9) informações divulgadas como parte de uma proposta de delação premiada entregue ao Ministério Público (MPE). Segundo esclarecido em nota, as informações não foram subscritas pelo ex-parlamentar.

Leia também 
Riva, Savi e Fabris são os maiores beneficiados por mensalinho; confira o ranking com os 38 citados


“Os referidos documentos jamais foram protocolizados junto ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso”, afirmou o ex-deputado em sua manifestação. Ainda segundo Riva, existe colaboração nas investigações, porém, até a presente data, nenhum acordo de delação premiada foi firmado.
 
O político aposentado garantiu ainda que está adotando as medidas jurídicas necessárias para “identificar os autores e responsabilizá-los pela distribuição dos malsinados documentos”.

No documento atribuído ao ex-parlamentar há informações detalhadas sobre mensalinhos pagos a ex-deputados e deputados durante 20 anos. Também são descritos dados sobre compra de votos para eleições de Mesas Diretoras da Casa de Leis.
 
Nota de Esclarecimento
 
O ex-Deputado Estadual José Geraldo Riva, tendo em vista as matérias recentemente publicadas na mídia, envolvendo o seu nome em suposta Delação Premiada, celebrada com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, vem esclarecer que:
 
1) Os documentos apócrifos que têm circulado perante os meios de comunicação, intitulado como sendo “proposta de colaboração premiada” jamais foram subscritos pelo ex-Deputado;
2) Os referidos documentos jamais foram protocolizados junto ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso;
3) Tem colaborado já há algum tempo com as investigações promovidas pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, porém não firmou, até a presente data, nenhum acordo de delação premiada com o MP/MT;
3) Tem plena convicção que os sobreditos documentos não foram fornecidos pelo MP/MT, atéporque o ex-Deputado, como já dito, jamais os assinou;
4) Está adotando as medidas jurídicas necessárias para identificar os autores e responsabilizá-los pela distribuição dos malsinados documentos.
 
Cuiabá/MT, 09 de outubro de 2019
 
Ex-Deputado José Geraldo Riva

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Evandro
    10 Out 2019 às 11:06

    Voltou atrás por que? Revelou o que a maioria já sabia.

  • Eleitor
    09 Out 2019 às 16:35

    O RIVA SENDO RIVA....

  • Elias
    09 Out 2019 às 16:32

    Vai que cola né..

Sitevip Internet