Olhar Jurídico

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Notícias / Eleitoral

MP concorda com inclusão de partido em ação que pode cassar Janaina e pede julgamento imediato

Da Redação - Arthur Santos da Silva

11 Out 2019 - 09:26

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MP concorda com inclusão de partido em ação que pode cassar Janaina e pede julgamento imediato
O Ministério Público Eleitoral se manifestou de forma favorável ao pedido de admissão do MDB como assistente simples na representação eleitoral que pode cassar a deputada estadual Janaina Riva, membro da sigla.  O órgão solicitou ainda a “imediata inclusão em pauta para julgamento”.

Leia também 
MDB pede inclusão em processo que pode retirar Janaina Riva da Assembleia Legislativa

 
Apesar de ser favorável à inclusão, o órgão ministerial é contra a concessão de novo prazo para apresentação de memoriais finais. Segundo o MP, “em virtude da norma processual de regência, não é possível a ‘reabertura’ do mencionado prazo, nem mesmo a aceitação das razões extemporâneas juntadas pelo partido”.
 
As informações constam em manifestação da procuradora regional eleitoral substituta, Ludmila Bortoleto Monteiro. Ela ainda pede “o regular prosseguimento do feito, com a imediata inclusão em pauta para julgamento”.
 
O caso
 
O Ministério Público Eleitoral já entregou alegações finais ao Tribunal, pedindo a cassação da diplomação da deputada. A motivação seria a omissão de despesas e receitas de campanha, seja pela contratação de prestadores de serviços como, em especial, pela omissão de declaração das receitas dos serviços estimáveis em dinheiro que lhe foram doados.
 
Caso tais valores fossem declarados, o limite estipulado de gastos para o cargo seria ultrapassado. Além da perda do mandato, foi requerida ainda a condenação por litigância de má-fé em razão de seu inadequado comportamento processual no curso do processo.

De acordo com o Ministério Público, diversos prestadores de serviços deixaram de ser declarados nas contas de campanha de Janaína Riva, tendo sido a existência destes omitida dos órgãos de controle. 

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • SERVIDOR
    11 Out 2019 às 13:10

    Essa conseguiu enganar os servidores por um tempo mais agora nós servidores queremos que ela seja cassada o quanto antes....

  • Tiago
    11 Out 2019 às 11:57

    Tchau querida!

  • CHICAO
    11 Out 2019 às 10:44

    se isso acontecer vai ser uma maravilha apesar de eu duvidar muito disso

  • Indignado
    11 Out 2019 às 10:30

    O povo de MT espera que TRE não deixe que se repita os erro do Riva pai e que a Riva filha seja punida dentro da lei é claro mas que seja não deixando acabar o mandato para o TRE agir

  • Melchiades Tavares Landin
    11 Out 2019 às 10:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet