Olhar Jurídico

Quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Notícias / Civil

Juiz permite habilitação em ações pós-delação de Silval e revela lista de acionados; veja

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Out 2019 - 10:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Juiz permite habilitação em ações pós-delação de Silval e revela lista de acionados;  veja
O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, autorizou o ingresso de pessoa identificada como Gracielle Fernandes da Silva em quatro processos sigilosos provenientes da delação premiada do ex-governador Silval Barbosa. A habilitação, publicada no Diário de Justiça desta segunda-feira (14), permite a identificação de pessoas acionadas pelo Ministério Público Estadual (MPE).
 
Leia também 
Presidente do Supremo permite devassa em exportações que movimentaram R$ 170 bilhões


Gracielle, que não é acionada nos casos, argumenta que é proprietária de um imóvel que foi gravado com averbações de indisponibilidade em razão de decisões proferidas em ações civis públicas contra Silvio Cesar Correa Arújo, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa.
 
Defiro o pedido de habilitação para que o advogado constituído seja cadastrado no Sistema Processual e tenha acesso aos autos. 

A habilitação nos processos revela a lista de acionados. No primeiro, constam como partes Silval da Cunha Barbosa, Silvio Cezar Correa Araujo, Valdisio Juliano Viriato, Mauricio Souza Guimaraes, Pedro Jamil nadaf, Luciane Borba Azoia Bezerra.
 
No segundo, constam Silval da Cunha Barbosa, Silvio Cezar Correa Araujo, Valdisio Juliano Viriato, Mauricio Souza Guimaraes, Ezequiel Angelo Fonseca, Pedro Jamil Nadaf.
 
No terceiro, Silval da Cunha Barbosa, Silvio Cezar Correa Araujo, Valdisio Juliano Viriato, Mauricio Souza Guimaraes, Jose Joaquim de Souza Filho, Pedro Jamil Nadaf.
 
No quarto, Silval da Cunha Barbosa, Silvio Cezar Correa Araujo, Valdisio Juliano Viriato, Mauricio Souza Guimaraes, Jose Domingos Fraga Filho, Pedro Jamil Nadaf.

Os processos são sigilosos. Não há detalhes sobre os conteúdos.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet