Olhar Jurídico

Terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Notícias / Civil

MPE abre investigação contra Blairo Maggi, Silval, Riva e Sérgio Ricardo

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Dez 2019 - 10:48

Foto: Reprodução

MPE abre investigação contra Blairo Maggi, Silval, Riva e Sérgio Ricardo
O promotor de Justiça Roberto Aparecido Turin, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), instaurou no dia seis de dezembro um inquérito para investigar os ex-governadores Silval Barbosa e Blairo Maggi, juntamente com os ex-deputados José Riva e Sérgio Ricardo de Almeida.

Leia também 
STF mantém escalonamento de aposentadorias de servidores em Mato Grosso

 
O Inquérito visa apurar possíveis atos de improbidade administrativa e dano ao erário consistentes no pagamento de mensalinho em troca de apoio aos projetos de interesse do Poder Executivo e aprovação de contas dos Governos.
 
O inquérito é baseado na delação premiada de Silbal Barbosa. O colaborador revelou pagamento de mensalinho aos parlamentares estaduais do ano de 1999 até 2014.  Barbosa confessa pagamento e salienta ainda que seu antecessor, Blairo Maggi, também repassou valores de forma ilegal aos parlamentares.  Riva e Sérgio Ricardo atuariam como lideranças dos deputados na Casa de Leis.
 
Conforme portaria de instauração do inquérito, Maggi já prestou depoimento e negou que tenha pago mensalinho aos deputados estaduais ou que tenha suplementado de forma irregular o orçamento da Assembleia.
 
O documento que instaurou o inquérito também determinou o seu sigilo. O promotor de Justiça já requisitou balanços gerais do Poder Executivo e leis orçamentárias para verificar os gastos no período.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    15 Dez 2019 às 07:52

    É lógico que o Blairo Magi vai negar e mais lógico ainda é que o MPE nuca vai encontrar documentos dentro da assembleia legislativa que provém dinheiro repassado por baixo dos panos mais lógico ainda é que vai acabar em pizza ajustica de mato grosso só sabe investigar investigar e e fazer com que processos contra políticos nunca acabem

  • Gladston
    14 Dez 2019 às 21:50

    Atenção nas investigações MPE, há mais patos nesse poleiro, inclusive o atual prefeito da capital!!

  • Paulo
    14 Dez 2019 às 14:56

    Faltando 30 dias para prescrever! PIADA. Nao vai dar em nada e querem mostrar p populacao que estao procurando fazer justica.??

  • Adriana
    14 Dez 2019 às 14:29

    Muita roubalheira nesse MT. Mas a culpa é do servidor público do executivo.

  • DIFÍCIL
    14 Dez 2019 às 12:13

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet