Olhar Jurídico

Sábado, 04 de abril de 2020

Notícias / Eleitoral

TRE ouve testemunhas em representação que pode cassar Bezerra

Da Redação - Arthur Santos da Silva

10 Fev 2020 - 11:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

TRE ouve testemunhas em representação que pode cassar Bezerra
O juiz Luís Aparecido Bortolussi Júnior, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ouve nesta terça-feira (11) duas testemunhas em representação que pode causar cassação de mandato do deputado federal Carlos Bezerra (MDB). Serão ouvidas as pessoas identificadas como Edward Machado da Silva e Carlos Antônio Ribeiro da Paixão.

Leia também 
Justiça determina afastamento de PM flagrado atirando na cabeça de mulher


A Procuradoria Regional Eleitoral representou Bezerra por arrecadação e gastos ilícitos de recursos na campanha de 2018. Na prestação de contas, foi declarado o total de recursos recebidos de R$ 1,883 milhão e despesas contratadas de R$ 1,791 milhão.

De acordo com parecer técnico, o representado apresentou a prestação de contas com graves infrações de arrecadação e gastos de recursos.
 
Entre as irregularidades, destacam-se o número de pessoas ligadas à campanha e não declaradas, veículos e abastecimentos não contabilizados, além da malversação de recursos públicos oriundos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

Livramento

Bezerra já se livrou de uma ação que pedia sua cassação em 2019. Inicialmente o Ministério Público alegou que no dia 2 de setembro de 2018 o prefeito de Nova Xavantina (607 km de Cuiabá), em solenidade de entrega de títulos definitivos de propriedade junto do Incra, utilizou-se do fato para promover a então candidatura de Bezerra.
 
O TRE não viu culpa do parlamentar e o inocentou. 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eleitor
    11 Fev 2020 às 08:35

    JÁ VAI TARDE!

  • Jose Carlos
    10 Fev 2020 às 16:55

    A Janaina Riva esta no mesmo caminho quero ver agora se o TSE tem cabra macho..Esta na horta da limpesa Geral no Mt

  • joaoderondonopolis
    10 Fev 2020 às 14:09

    Uai, eu pensei que em MT só existia o processo da senadora Selma.

  • Chico Bento
    10 Fev 2020 às 13:47

    Por que só a Selma? Tem ele, a Janaína e outros na mesma condição!

  • carlos
    10 Fev 2020 às 13:39

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Curioso
    10 Fev 2020 às 13:34

    CASSADO NADA ELE SABE DE MUITA COISA , NUNCA VAI SER CASSADO

  • joana
    10 Fev 2020 às 13:23

    vamos ver agora se vão ser tão rapidos como foram no caso da juiza

  • Vitor Almeida
    10 Fev 2020 às 13:21

    Impressionante como o processo desse político não anda, ainda irão ouvir testemunhas o da Selma foi igual foguete. Entendo que todos devem ser rápidos, céleres, eficientes, condenando ou absolvendo ou seja, tratamento igual para todos.

  • Maria Flor dos santos
    10 Fev 2020 às 12:46

    mas se fosse um coitado candidato, ah seria bem diferente a justiça do TRE ,mas, como é do velho cacique né...kkkk

  • Galdencio
    10 Fev 2020 às 12:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet