Olhar Jurídico

Sábado, 24 de julho de 2021

Notícias / Administrativo

órgão especial

Tribunal de Justiça aposenta compulsoriamente juíza Flávia Catarina

Da Redação

30 Jul 2020 - 17:08

Foto: Reprodução

Tribunal de Justiça aposenta compulsoriamente juíza Flávia Catarina
O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) aposentou compulsoriamente a juíza Flávia Catarina Oliveira Amorim Reis. Decisão foi estabelecida nesta quinta-feira (30). Segundo apurado pelo Olhar Jurídico, cabe pedido de revisão disciplinar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

Leia também 
PGJ entra com ação para barrar verba indenizatória de prefeito e vice

 
Segundo informações recentes publicadas pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Flávia Catarina Oliveira Amorim Reis ingressou no Judiciário aos 22 anos, em 1985, como assessora da Terceira Vara Cível de Cuiabá. No ano seguinte tornou-se diretora administrativa, financeira e patrimonial do recém inaugurado Fórum de Várzea Grande e em 1987 atuou como magistrada dativa no Juizado de Pequenas Causas em Cuiabá.
 
Depois do concurso da magistratura, passou por diversas comarcas, como Nortelândia, Arenápolis, Nobres, Rosário Oeste, Mirassol D’Oeste e Cáceres, até chegar a 10ª Vara Criminal de Cuiabá, onde atuou por 18 anos. Desde 2016 está na Vara de Execução Fiscal.
 
O Órgão Especial do TJMT é composto por 13 desembargadores, sendo três natos (presidente, vice-presidente e corregedor-geral da Justiça) e mais 10, cinco dos mais antigos e cinco eleitos dentre os outros desembargadores.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet