Olhar Jurídico

Quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Notícias / Criminal

STF nega recurso de traficante que foi preso em posse de U$ 339 mil em MT

Da Redação - Vinicius Mendes

06 Nov 2020 - 15:15

Foto: Reprodução

STF nega recurso de traficante que foi preso em posse de U$ 339 mil em MT
O Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) negou um recurso de Sidinei Ferrari de Oliveira, acusado pelo crime de associação para o tráfico, e que já chegou a ser preso em posse de U$ 339 mil pelo Grupo Especial de Segurança de Fronteira da Polícia Militar (Gefron).
 
Leia mais:
Juiz suspende ordem de presidente da Aprosoja e determina busca e apreensão de documentos
 
Sidinei havia recorrido contra uma sentença em um processo que é réu pelo crime de associação para o tráfico, mas o recurso foi negado. Por meio de um recurso extraordinário junto ao STF, ele alegou que a sentença não transitou em julgado.
 
“Em que pesem os argumentos expendidos no agravo, resta evidenciado que a parte agravante não trouxe nenhum capaz de infirmar a decisão hostilizada, razão pela qual deve ela ser mantida, por seus próprios fundamentos.”, disse o relator, ministro Dias Toffoli.
 
O ministro ainda determinou a devolução dos autos à Corte de origem. No último mês de outubro o Tribunal, por unanimidade, não conheceu do agravo, nos termos do voto do relator.
 
Preso com dólares
 
Sidinei chegou a ser preso em fevereiro de 2016, juntamente com uma mulher, em posse de U$ 339 mil. A abordagem ocorreu em uma estrada na Zona Rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (a 520 km de Cuiabá).
 
A equipe do Gefron fazia patrulhamento de rotina quando abordaram os suspeitos em uma Hilux branca. O dinheiro foi encontrado em pacotes escondidos no veículo, inclusive em um pneu de estepe. O suspeito teria confirmado que o valor não havia sido declarado à Polícia Federal.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet