Olhar Jurídico

Quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Notícias / Criminal

Desembargador concede liminar e revoga prisão da empresária Mônica Marchett

Da Redação - Arthur Santos da Silva

12 Nov 2020 - 16:48

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Desembargador concede liminar e revoga prisão da empresária Mônica Marchett
O desembargador Pedro Sakamoto, membro do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), acatou pedido liminar e determinou a revogação de prisão preventiva decretada em face da empresária Mônica Marchett, acusada de mandar matar os irmãos Araújo há cerca de 20 anos. Decisão é do dia 11 de novembro.

Leia também 
MP processa Riva, Savi e Romoaldo por fraude de de R$ 825 mil em licitação da TV Assembleia

 
Mônica Marchetti era considerada foragida desde que teve um mandado de prisão decretado pelo juiz Wagner Plaza Machado Junior, da 1ª Vara Criminal do município, em outubro deste ano.
 
Os irmãos Brandão e José (conhecido como Zezeca) foram assassinados à luz do dia em pleno centro de Rondonópolis, em 10 de agosto de 1999 e 28 de dezembro de 2000, respectivamente.

Conforme investigações da polícia, o crime ocorreu na prática de “pistolagem”, como confessado pelos executores dos irmãos Araújo, que deu detalhes sobre o planejamento, execução, bem como nomeou os seus intermediários e mandantes.

O executor, já condenado, ex-cabo da PM, Hércules Agostinho, não só assumiu o assassinato dos irmãos, como participou da reconstituição dos crimes, apontando todos os envolvidos, como também apontou os proprietários da empresa Sementes Mônica como mandantes dos crimes.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet