Olhar Jurídico

Segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Notícias / Eleitoral

Wellaton tenta impedir vídeo sobre suposta atuação de sua família para desabrigar idosos

Da Redação - Arthur Santos da Silva

26 Nov 2020 - 11:26

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Wellaton tenta impedir vídeo sobre suposta atuação de sua família para desabrigar idosos
Candidato ao cargo de vice-prefeito em Cuiabá pelo grupo liderado por Abílio Junior (Podemos), Felipe Wellaton (Cidadania) entrou na Justiça Eleitoral para tentar vetar a divulgação de vídeo sobre suposta atuação de sua família para desabrigar casal morador de uma área na comunidade São Gonçalo Beira Rio, na Capital.

Leia também 
Justiça autoriza desbloqueio de imóvel de ex-mulher de Silvio Corrêa


Conforme a peça que está sendo divulgada em redes sociais, o pai de Wellaton teria falsificado documentos para ameaçar e coagir casal de idosos. “A última vez que ele veio aqui, falou que não era nem para eu fechar minha luz e arrancar. Eu falei, eu não posso, meu marido está doente”, diz trecho do vídeo.
 
“Não sei o que ele fez, ele forjou o papel dele. Ele que fez tudinho o papel de forjação. Comprei e paguei esse pedaço de terra. E ele veio e falou que era dele. Aí ele já veio com o trator com o carro, tudinho. Não dou e não empresto, porque eu comprei e paguei com o meu suor”, complementa o vídeo.
 
Os personagens da peça são Agripino do Amaral, de 64 anos e Maria Agripina, de 65. O pai do candidato a vice, suposto autor da ameaça, é identificado como Dilmar Antônio Barrio Nuevo Alves.
 
Segundo Wellaton, o vídeo foi criado para propagar inverdades e ofensas. “Claramente o vídeo postado pelos representados tem nítido cunho ofensivo eleitoreiro, visando denegrir a imagem do representante perante os eleitores desta capital, em uma tentativa desesperada de levar o candidato Emanuel Pinheiro, seu único concorrente, a vencer as eleições”.
 
A ação pede, liminarmente, a suspensão da divulgação do conteúdo em redes sociais. Caso aguarda exame na 1ª Zona Eleitoral de Cuiabá.

Wellaton
 

Questionado sobre a denúncia nesta quarta-feira (25), Wellaton afirmou que a história é mais uma fake news em período eleitoral e que não irá entrar neste jogo político de ataques a família.
 
“Isso é mais um fake news. A minha família, todas propriedades que ela tem são propriedades. Isso é mais uma fake news para tentar trazer este jogo político para atacar nossa família, nossa moral. Não vamos entrar neste jogo de ataque a quem não está na arena política. Quem é o candidato é o Emanuel Pinheiro, o Abílio Brunini e os vices. Eu quero discutir Cuiabá. Se continuarem a atacar a minha família vai perder tempo”, afirmou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet