Olhar Jurídico

Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Notícias | Eleitoral

​ABUSO DE PODER

Ministério Público pede cassação de prefeito reeleito em MT por caixa 2

Foto: Reprodução

Ministério Público pede cassação de prefeito reeleito em MT por caixa 2
O Ministério Público Eleitoral entrou com uma representação contra Mauricio Ferreira de Souza, prefeito reeleito do município de Peixoto de Azevedo (a 673 km de Cuiabá), e contra o vice dele, Gilmar Santos de Souza, o Gilmar do Esporte, buscando a cassação da chapa por caixa 2 e abuso de poder econômico.
 
Leia mais:
Consórcio VLT terá 180 dias para vender vagões e outros materiais não utilizados
 
A representação foi protocolada no último dia 22 de dezembro junto à 33ª Zona Eleitoral de Peixoto de Azevedo. No último mês de novembro o partido Democratas já havia ajuizado uma ação de investigação judicial contra Mauricio e Gilmar, acusando-os de abuso de poder econômico e abuso de poder político.
 
Além disso, no dia 14 de novembro, véspera da eleição, um homem e uma mulher foram presos com R$ 1,5 mil e materiais de campanha de Mauricio e Gilmar. O dinheiro faria parte de pagamento a cabos eleitorais, valor que não foi declarado à Justiça Eleitoral.
 
Por entender que a utilização destes recursos beneficiou Mauricio e Gilmar o Ministério Público então pediu a cassação do diploma do prefeito reeleito.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet