Olhar Jurídico

Domingo, 28 de fevereiro de 2021

Notícias / Ambiental

Promotor pede que elefanta seja retirada de santuário em Chapada e levada de volta para SP

Da Redação - Airton Marques

30 Dez 2020 - 10:29

Foto: Bartura Barbedo

Promotor pede que elefanta seja retirada de santuário em Chapada e levada de volta para SP
Em solo chapadense há pouco mais de três meses, a elefanta Bambi pode ser levada de volta para o Bosque Zoológico Fábio Barreto, em Ribeirão Preto (SP), onde estava até setembro, quando a Justiça paulista autorizou sua vinda para o Santuário dos Elefantes Brasil (SEB). Pelo menos foi o que pediu o promotor de Justiça Wanderley Trindade, do Ministério Público de São Paulo (MPSP).

Leia também:
Após audiência de conciliação, festas de réveillon poderão acontecer em Cuiabá e VG

De acordo com o site A Cidade On, de Ribeirão Preto, o promotor já havia se manifestado contra a transferência de Bambi, alegando que a elefanta estava sendo bem tratada no zoológico e que já fazia parte do patrimônio público da cidade.

Além disso, Wanderley declarou que a direção do local vinha promovendo as adequações para a permanência do animal, seguindo as recomendações da Associação de Aquários e Zoológicos do Brasil, da Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo e do Conselho Regional de Medicina Veterinária.

O pedido será analisado pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto, onde corre o processo.

Campanha

A ONG Olhar Animal iniciou um movimento nacional chamado "Bambi fica na manada", para que a elefanta não seja devolvida para o zoológico de Ribeirão Preto. Pede apoio de outras organizações não governamentais para a assinatura de uma petição judicial a ser encaminhada ao juiz paulista.

A organização ressalta que no início do processo, o zoológico e o promotor argumentaram que a vinda de Bambi para Chapada seria um risco, já que a elefanta tem 58 anos e é cega de um olho. "Absolutamente nada de anormal ocorreu durante os dois dias de viagem até o Santuário. Tudo aconteceu como o planejado pela bem preparada equipe do SEB e há meses a elefanta está se recuperando de problemas causados pelo confinamento em zoológicos e por sua vida compulsoriamente errante e sofrida em circos. Está muito feliz pelos cuidados inéditos que recebe e pela convivência com outros animais da sua espécie".

Na petição, a ONG também questiona o fato de o MP ter solicitado na Justiça a transferência de outro elefante para o santuário. "O promotor, que desde o início defendeu a tese equivocada do perigo da viagem e teve seu parecer desconsiderado, agora quer que a Bambi seja levada de volta ao zoológico!!! Mas se o problema era a viagem, como o promotor explica este pedido? Colocando em dúvida a capacidade do já experiente Santuário em manter os elefantes sem fundamentação razoável, sendo que o próprio Ministério Público de SP recomendou a transferência de outro elefante para o mesmo Santuário de Elefantes de Brasil".

Comentários no Facebook

Sitevip Internet