Olhar Jurídico

Segunda-feira, 01 de março de 2021

Notícias / Civil

MPE investiga aglomeração de 5 mil pessoas no sepultamento do pastor Sebastião

Da Redação - Arthur Santos da Silva

27 Jan 2021 - 09:23

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MPE investiga aglomeração de 5 mil pessoas no sepultamento do pastor Sebastião
O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) determinou no dia 18 de janeiro investigação sobre suposta lesão ao direto a saúde da coletividade em virtude de aglomeração ilegal ocorrida no sepultamento do pastor Sebastião Rodrigues de Souza, líder da Assembleia de Deus. Aproximadamente cinco mil pessoas estiveram presentes. 

Leia também 
Prefeito classifica como ‘lamentável’ participação de secretário em enterro de pastor com mais de cinco mil pessoas

 
Conforme o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, sepultamento ocorreu em 8 de julho de 2020, violando as regras de distanciamento social então vigentes em Cuiabá, com o consequente aumento de risco de contágio de Covid-19 à comunidade.
 
“Desta forma, as irregularidades acima destacadas representam potenciais prejuízos à coletividade, sendo que as mesmas podem configurar, eventualmente, lesão ao direito fundamental à saúde (na forma do art. 196 da CF), além de ofensa ao dever que possui a administração direta e indireta de obedecer aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, na forma do art. 37 caput da Carta Magna, ensejando portanto, a apuração dos fatos e a propositura de medidas eventualmente necessárias à solução de qualquer problema constatado”, afirmou o MPE.
 
O cortejo do pastor começou por volta das 16h do dia 8 de julho, com saída do Hospital Femina, onde ele estava internado. Depois, passou pelo Grande Templo, na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA) e seguiu ao Cemitério Parque Bom Jesus, onde houve uma cerimônia fúnebre às 18h, com grande quantidade de pessoas.
 
O enterro foi transmitido ao vivo na página do Facebook do pastor para milhares de pessoas. Além de um longo discurso, houve a leitura da nota de pesar do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet