Olhar Jurídico

Quarta-feira, 23 de junho de 2021

Notícias / Criminal

compra do governo

Dinheiro do Escândalo dos Maquinários e das Operações Sodoma e Rêmora paga avião de R$ 7 milhões

Da Redação - Arthur Santos da Silva

26 Abr 2021 - 16:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Dinheiro do Escândalo dos Maquinários e das Operações Sodoma e Rêmora paga avião de R$ 7 milhões
Compra efetuado pelo Governo de Mato Grosso, sem licitação, de um jatinho com o custo de R$ 7,7 milhões está sendo parcialmente bancada com dinheiro de delações premiadas, do caso que ficou conhecido como Escândalo dos Maquinários e das Operações Sodoma e Rêmora.

Leia também 
Governo de Mato Grosso compra jato de U$S 1,5 milhão

 
Informação foi levantada pelo Olhar Jurídico. A reportagem teve acesso a decisão sigilosa da juíza Ana Cristina Mendes, da Sétima Vara Criminal, que autoriza a destinação de R$ 2,7 milhões provenientes de processos sob sua jurisdição.
 
Aproximadamente R$ 1,9 milhão tem ligação com ação sobre superfaturamento de R$ 44 milhões na aquisição de 705 máquinas e caminhões adquiridos pelo governo do Estado em 2009 na gestão do então governador Blairo Maggi (PR), caso que ficou conhecido como Escândalo dos Maquinários.
 
Na ação sobre os maquinários, em fevereiro de 2021 a magistrada verificou a existência de R$ 1 milhão depositado em conta Judicial, referente a suspensão do pagamento do contrato pago pelo Governo do Estado. O perdimento do valor foi decretado, sendo direcionado à compra da aeronave. O valor passou por atualização, chegando a R$ 1,9 milhão.
 
Aproximadamente R$ 260 mil é proveniente da delação premiada firmada pelo empresário Geovani Belato Guizardi.  Ele confessou crimes em decorrência a Operação Rêmora, que investigou fraudes em licitações na Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Outros R$ 117 mil são provenientes de delação premiada firmada pelo ex-secretário de Administração, Pedro Elias Domingos de Mello. Nos autos da Operação Sodoma, Elias confessou que fez parte de uma organização criminosa liderada pelo ex-governador Silval Barbosa.
 
Aproximadamente R$ 73 mil é proveniente do colaborador premiado e empresário Julio Minoru Tsujii, que relatou ter sofrido extorsão do grupo liderado pelo ex-governador Silval Barbosa. Como parte do acordo, Tsuji comprometeu-se a devolver cerca de R$ 300 mil aos cofres públicos

O avião

A aeronave foi adquirida para o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). A “inexigibilidade de licitação” foi assinada pelo Secretário de Estado de Segurança Pública Alexandre Bustamante e publicada no Diário Oficial no dia 1º de abril de 2020.

A empresa contratada pela Sesp foi a South Regional Aviaton Enterprese Inc. A aeronave escolhida é uma CESSNA, modelo Citation Bravo C550, prefixo N100RJ, seminova. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet