Olhar Jurídico

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias / Criminal

Determinou mudança de CR

Justiça revoga prisão preventiva de policial que teria avisado traficantes sobre ação da PM

Da Redação - Wesley Santiago

18 Mai 2021 - 10:20

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Justiça revoga prisão preventiva de policial que teria avisado traficantes sobre ação da PM
A Justiça decidiu revogar a prisão preventiva do policial militar S.L.L., preso em flagrante no dia 13 de maio, em Confresa (1012 km de Cuiabá), acusado de atuar no tráfico de drogas. O acusado teria, em tese, avisado integrantes da organização criminosa sobre a ação que seus colegas fariam.

Leia mais:
Policial Militar é preso por colegas acusado de envolvimento no tráfico de drogas
 
A defesa do militar, patrocinada pelo advogado Antônio Roberto Monteiro de Moraes, se manifestou pela concessão da liberdade provisória do acusado. Posteriormente, o Ministério Público Estadual (MPE) se disse favorável ao pedido, desde que houvesse a imposição de medida cautelar de transferência do réu para outro Comando Regional.
 
Em seu voto, o juiz de Direito votou pela concessão de liberdade do policial, diante do encerramento da instrução processual e por não haver necessidade da manutenção da prisão preventiva. Além disto, concordou com o pedido do Ministério Público para que o militar fosse transferido para outro Comando Regional.
 
Os juízes militares todos seguiram o voto do magistrado de Direito na íntegra.
 
Antes, o Ministério Público também havia pedido o cumprimento das diligências de perícia de exame de caracterização e eficiência da arma de fogo e quebra do sigilo dos dados telefônicos existentes nos aparelhos celulares apreendidos na data dos fatos. A defesa pontuou que não se opunha.
 
O juiz de Direito determinou adotar providências com relação as diligências solicitadas pelo Ministério Público, conforme manifestação oral.
 
O caso
 
Um policial militar foi preso em flagrante no último sábado (13) acusado de atuar no tráfico de drogas, em Confresa (1012 km de Cuiabá). A informação foi confirmada pela própria Polícia Militar, que afirmou ainda que o acusado teria enviado uma mensagem para outros integrantes da organização criminosa avisando sobre a ação que os colegas de trabalho fariam.
 
Segundo o site Agência da Notícia, as mensagens foram encontradas no celular de um dos suspeitos, que conseguiu fugir após a abordagem policial. No aparelho os militares localizaram mensagens trocadas entre o soldado e os traficantes.
 
Em nota, a Polícia Militar relatou que o militar foi preso em sua residência e levado para uma unidade policial em Vila Rica (1264 km de Cuiabá), sede do 10º Comando Regional, ao qual a 3ª Cia de Confresa está vinculada administrativa e operacionalmente.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet