Olhar Jurídico

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias / Criminal

no SUPREMO

Ministra confirma liminar que revogou prisão de conselheiro afastado do TCE

Da Redação - Arthur Santos da Silva

04 Ago 2021 - 15:49

Foto: Reprodução

Ministra confirma liminar que revogou prisão de conselheiro afastado do TCE
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), confirmou decisão que revogou prisão do conselheiro afastado do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), Waldir Teis. Desde então, Teis está em prisão domiciliar. Ele foi detido em 1º de julho de 2020, acusado de tentar obstruir a Justiça nas investigações da Operação Ararath. Na ocasião, o membro do TCE apareceu em vídeo descendo escadas e sendo seguido por um policial federal.

Leia também 
Ministério da Saúde cumpre decisão e transfere R$ 9,3 milhões em nome do Hospital de Câncer

 
“Apenas para tornar definitiva a medida liminar deferida nestes autos e manter a determinação de substituição da prisão preventiva por medidas cautelares diversas da prisão, nos termos definidos, no cumprimento daquela medida exarada da Presidência deste Supremo Tribunal”, traz despacho do dia três de agosto.
 
Teis foi denunciado por embaraço no âmbito da Operação Ararath. A denúncia descreve a tentativa do conselheiro afastado do TCE de embaraçar a atividade da polícia judiciária que, em 17 de junho de 2020, cumpria mandados de busca e apreensão em um escritório em Cuiabá. A essa etapa da investigação, que está na 16ª fase, foi dada o nome de Operação Gerion.
 
O denunciado, ao notar que os policiais se concentravam em uma segunda sala, recolheu uma série de talões de cheques com cifras milionárias e outras folhas assinadas mas sem preenchimento do valor, que estavam em sala ainda não analisada pelas autoridades. Mas acabou sendo flagrado, e o material, que havia sido jogado numa lixeira, foi recolhido.
 
Na denúncia, além da condenação pela infração de embaraço à investigação, o MPF requereu à Justiça indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 3 milhões.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet