Olhar Jurídico

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Civil

levada pelo pai

Justiça marca audiência presencial para ouvir menor em Cuiabá

14 Out 2021 - 17:50

Da Redação - Arthur Santos da Silva/ Fabiana Mendes

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça marca audiência presencial para ouvir menor em Cuiabá
Justiça designou para o dia oito de novembro audiência com a menor I. P. P. A. O advogado João Vítor Almeida Alves Praeiro é acusado de não ter devolvido a filha de oito anos para a mãe, a enfermeira Marina Pedroso Ardevino. O cumprimento da audiência depende do comparecimento da menor.

Leia também 
Justiça determina inclusão de menor em lista de desaparecidos; pai suspeito de sequestro

 
Informação foi divulgada pela advogada Ana Lucia Ricarte, que está auxiliando a mãe na discussão judicial. Manifestação, por meio de carreata, nesta quinta-feira (14), pediu a imediata devolução da criança.
 
O advogado é acusado pela ex-mulher de ter sequestrado a própria filha. O caso aconteceu após a menor passar o recesso escolar com o pai. A criança deveria ter sido devolvida em meados de julho para a mãe, que desde então não vê a filha. Familiares do homem teriam ajudado a levar a menina para o Sul do país. 
 
O advogado e a enfermeira estão separados. Acordo estipulou guarda compartilhada e convivência em finais de semana alternados/duas vezes por semana. A menina vive com a mãe e um irmão de seis anos, em Cuiabá. Já o advogado tem residência em Bauru, no interior de São Paulo.

João Vítor rebateu acusação de sequestro e afirmou que ele e sua mãe, Lilian Almeida Praeiro Alves, 56, estariam lutando para defender a filha de supostos maus-tratos.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet