Olhar Jurídico

Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Notícias | Civil

ação de improbidade

MPE pede oitiva de ex-secretário da AL delatado por supostamente presenciar negociação de vaga no TCE

Foto: MidiaNews

MPE pede oitiva de ex-secretário da AL delatado por supostamente presenciar negociação de vaga no TCE
Subprocurador-geral de Justiça, Deosdete Cruz Junior requereu oitiva do servidor da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Luiz Márcio Bastos Pommot, como testemunha do juízo em ação que julga suposta compra de vaga no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). A vaga negociada, segundo o Ministério Público (MPE), teria sido destinada a Sérgio Ricardo de Almeida.  

Leia também 
Sérgio Ricardo consegue adiar audiência sobre compra de vaga no TCE

 
Conforme os autos, Pommot foi citado em delação premiada do ex-deputado estadual José Riva. O ex-parlamentar afirmou que adiantamento realizado por Sérgio Ricardo, no valor de R$ 2,5 milhões, na primeira tentativa de compra da vaga foi presenciado por Pommot, à época Secretário Geral da ALMT.
 
“Requer seja ouvido o Sr. Luiz Márcio Bastos Pommot como testemunha do Juízo, tendo em vista sua relevância para esclarecer sobre quais circunstâncias ocorreu o início da compra de vaga do TCE/MT”, afirma pedido do MPE.
 
Além de decidir sobre a oitiva de Pommot, a Justiça estadual precisa designar audiência para depoimento dos delatores Silval Barbosa e José Riva, além do interrogatório do próprio Sérgio Ricardo.
 
Ação, por ato de Improbidade Administrativa, foi ajuizada pelo Ministério Público de Mato Grosso (MPE) em face de Blairo Maggi, Silval da Cunha Barbosa, Alencar Soares Filho, Eder Moraes, Junior Mendonça, Humberto Bosaipo, José Riva, Leandro Valoes Soares e Sergio Ricardo de Almeida.

Na ação, o Ministério Público descreve a atuação de uma organização criminosa instalada no alto escalão dos poderes Executivo e Legislativo de Mato Grosso e que é objeto de investigações iniciadas em 2014, na Operação Ararath. Entre as irregularidades já identificadas está a negociação de cadeiras no Tribunal de Contas do Estado.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet