Olhar Jurídico

Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Notícias | Geral

ELEIÇÕES OAB-MT

Gisela Cardoso defende propostas com foco na mulher advogada e quer intensificar programas de mentoria e combate à discriminação

Foto: Reprodução

Gisela Cardoso defende propostas com foco na mulher advogada e quer intensificar programas de mentoria e combate à discriminação
Candidata à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Gisela Cardoso defende uma série de propostas para a mulher advogada em Mato Grosso. Dentre elas, estão a ampliação dos canais de denúncia de violência doméstica, como o "Você não está sozinha", e o fomento das políticas junto à Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e Assédio Sexual no âmbito do Poder Judiciário de Mato Grosso.

Leia mais:
Gisela Cardoso visita o norte do estado e lembra de suas origens

A Chapa 1 – “Avanço Presente” também quer intensificar programas de mentoria focado nas advogadas e de combate à discriminação e racismo. 

A candidata, que poderá se tornar a segunda mulher presidente da história da OAB de Mato Grosso, demonstra na prática a valorização da mulher, já que esta é a primeira eleição da instituição em que as mulheres devem ocupar ao menos 50% da composição da chapa. 

"A paridade veio para trazer igualdade. Para trazer as mulheres para agregarem. Imaginei este momento desde o primeiro dia que me propus a ser candidata, mas nem no meu melhor sonho imaginei viver o que estou vivendo com a advocacia mato-grossense neste momento. Isso hoje me dá a certeza de que estamos caminhando na direção certa", disse.

Outras ações

Gisela também irá instituir um plano de ação visando ambientes específicos para a amamentação em todos os fóruns do Estado de Mato Grosso. Na atual gestão em que atua como vice-presidente, a advogada já demonstrou que é possível fazer, já que houve mais de 1.000 auxílios-maternidade distribuídos e a instalação de trocadores de fralda em todas as subseções.

Porém, a candidata defende que a OAB avance mais, cobrando do Governo de Mato Grosso a abertura de mais delegacias da mulher no Estado.

A Chapa 1 também pretende aprimorar as relações com os agentes da segurança pública, especialmente junto às policias Civil e Militar, mediante termo de cooperação e realização de capacitação contínua desses profissionais. 

"Instituir o Plano Estadual de Valorização da Jovem Advogada, com a criação de um calendário permanente de eventos periódicos, com o objetivo de propiciar a discussão, reformulação, criação e/ou implementação de projetos e diretrizes voltados ao exercício da advocacia pela jovem advogada, com base no Provimento 164, do Conselho Federal, que dispõe sobre o Plano Nacional de Valorização da Mulher Advogada, e no Provimento 162/2015, que cria o Plano Nacional de Apoio ao Jovem Advogado Brasileiro", diz outro ponta da proposta de gestão de Gisela para triênio 2022/2024.

Por fim, Gisela Cardoso lembra que, atualmente, 54% dos inscritos na Ordem é formado por mulheres advogadas.

"É importante notar que, aos poucos, fomos conquistando nossos espaços sociais e no mercado de trabalho, assim não seria diferente com as inscrições na OAB-MT. Além disso, onde existe mais representatividade, existe mais igualdade e uma possibilidade ainda maior que cada vez mais pessoas se sintam acolhidas e com seus direitos garantidos. Jamais devemos ver esses números como uma competição. Muito pelo contrário: são os primeiros sinais que estamos no caminho certo”, lembra Gisela.

Gisela Cardoso é candidata à presidência da OAB-MT, tendo como vice-presidente, o advogado Guimarães Junior, mais conhecido como “For”. Também compõem a diretoria da Seccional os seguintes advogados e advogada: Fernando Figueiredo (secretário-geral); Adriana Tanssini (secretária-geral adjunta); e Helmut Daltro (diretor-tesoureiro).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet