Olhar Jurídico

Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Notícias | Civil

vitória de mendes

MPF arquiva notícia de fato sobre irregularidades na troca do VLT pelo BRT

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MPF arquiva notícia de fato sobre irregularidades na troca do VLT pelo BRT
Colegiado do Ministério Público Federal (MPF) homologou arquivamento de notícia de fato sobre supostas irregularidades no encerramento das obras do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) para a implantação do BRT (Bus Rapid Transit) pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM).  

Leia também 
'Não é possível compactuar com decretos prisionais lacônicos lastreados em suposições', alerta desembargador
 

Informação foi publicada nesta quinta-feira (18). “Em sessão realizada nesta data, o colegiado, à unanimidade, deliberou pela homologação do arquivamento, nos termos do voto do(a) relator(a)”, diz trecho da publicação.
 
Segundo exposto por Mendes, a decisão em pedir a substituição do modal levou em conta estudos técnicos elaborados pelo Governo de Mato Grosso e pelo Grupo Técnico criado na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana.
 
Os estudos apontaram que a continuidade das obras do VLT era “insustentável”, demoraria até seis anos para conclusão, custosa aos cofres públicos, com pouca vantagem à população e ainda contaria com uma tarifa muito alta.
 
Contrário a Mauro Mendes, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) atualmente afastado, já se posicional contra a troca do VLT pelo BRT. Pinheiro, porém, já foi derrotado na Justiça por diversas vezes, observando pedidos pela interrupção da troca serem negados.
 
A obra do VLT está sete anos atrasada, já que deveria ter sido entregue para a Copa do Mundo de 2014.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet