Olhar Jurídico

Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Notícias | Eleitoral

ex-vereador

MP atende PF e se manifesta por concessão de mais 120 dias para conclusão de inquérito contra Abílio

Foto: Rogério Florentino

MP atende PF e se manifesta por concessão de mais 120 dias para conclusão de inquérito contra Abílio
O Ministério Público (MPE), por meio do promotor Marcos Bulhões dos Santos, emitiu parecer pela concessão de mais 120 dias para conclusão de investigação na Justiça Eleitoral em face do ex-vereador de Cuiabá, Abílio Junior. Parecer é favorável a requerimento da Polícia Federal (PF). 

Leia também 
Magistrado recebe aditamento que pede ressarcimento de R$ 49 milhões por suposto mensalinho pago a atual conselheiro

 
“Compulsando os autos, observa-se  que as investigações ainda estão em andamento, existindo diligências a serem realizadas para formação da opinio delicti, tornando-se necessária a concessão de prazo para a conclusão das investigações relativas à infração penal eleitoral, pela autoridade policial. Em face do exposto, o Ministério Público Eleitoral  concorda com a solicitação  de dilação de prazo para a conclusão dos trabalhos, por mais 120 (cento e vinte) dias”, traz peça do dia 14 de dezembro. 
 
Conforme informações do processo, notícia crime foi instaurada para apurar a prática, em tese, do delito durante as Eleições 2020. Abílio supostamente omitiu na declaração de bens entregue à Justiça Eleitoral a sua propriedade sobre a empresa denominada Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano Ltda.
 
Para a verificação da verossimilhança do fato noticiado, a autoridade policial determinou a realização de pesquisas do quadro social da respectiva empresa, bem como a verificação da declaração de bens de Abílio apresentada à Justiça Eleitoral.
 
O cumprimento da diligência resultou na Informação da Polícia Judiciária na qual se consignou a participação de Abílio no quadro societário da empresa, com 85% do capital social. O mesmo relatório não identificou a respectiva empresa na lista de bens declarados à Justiça Eleitoral.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet