Olhar Jurídico

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Notícias | Civil

Serviços Públicos

Secretário de VG é investigado após dizer que vai priorizar grupo político

Foto: Reprodução

Breno Gomes

Breno Gomes

A Primeira Promotoria de Justiça Cível de Várzea Grande instaurou notícia de fato para apurar conduta do secretário municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana daquele município, Breno Gomes. Em áudio compartilhado nas redes sociais, Breno afirma que a prioridade de atendimento na Pasta é de pessoas que apoiaram a eleição do prefeito Kalil Baracat (MDB).

Leia também 
Internação aplicada a menor que matou amiga com tiro na cabeça passa por segunda reavaliação um ano após sentença

 
Informação sobre a aberturada investigação foi confirmada ao Olhar Jurídico pela assessoria de imprensa do Ministério Público de Mato Grosso. A promotora de Justiça Taiana Castrillon Dionello é a responsável pelo caso.
 
“A administração pública é regida por princípios, dentre eles o da impessoalidade, da legalidade e da moralidade. E qualquer ato da administração pública, mesmo discricionário, a critério do secretário da pasta, caso seja motivado para preferir um grupo a outro de pessoas que apoiaram politicamente e se verificar isso, fere o princípio da impessoalidade e o ato é nulo de pleno direito”, comentou a promotora de Justiça, também por meio de mensagem.
 
No áudio que agora é investigado, o secretário diz que terão prioridade as pessoas aliadas do atual prefeito. “A gente está aqui para atender a população, pessoas que fizeram parte do nosso grupo que ganhou as eleições. E esses terão prioridade aqui na Secretaria”, afirma trecho da gravação.
 
A prefeitura de VG se manifestou por meio de nota:
 
A Administração Municipal sob o comando do prefeito Kalil Baracat e do vice, José Hazama, tem como princípio o atendimento dos anseios da população sem discriminação de qualquer espécie ou preferência.
 
A única limitação que existe são quanto as questões legais e financeiras para atendimento das demandas que são em alguns casos demasiadas para se fazer o enfrentamento, tanto é que, que se socorreu em empréstimos graças a atual saúde financeira do Tesouro Municipal, visto a diminuta arrecadação de impostos e a alta inadimplência que limita a atuação da gestão pública municipal que mesmo assim realizou mais de 200 milhões em obras no ano de 2021.
 
A Secretaria Municipal de Comunicação Social informa ainda que o secretário Breno Gomes, tem suas opiniões políticas, já que ocupa uma função pública, mas segue os ditames e as normas estabelecidas pela gestão.
 
Reforça ainda que o calor do processo eleitoral de 2022 e a troca de mensagens via mídias sociais não norteiam, nem definem a atuação da gestão e opiniões diversas são comuns e fazem parte de democracia, mas não podem servir de anteparo e desculpa para se promover discórdia ou gerar crise que não condiz com a realidade de atuação da atual gestão.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet