Olhar Jurídico

Quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Notícias | Geral

pedido da prefeitura

MPE abre inquérito para investigar pagamento de R$ 287 mil em suposta condenação judicial

Foto: Rogério Florentino

MPE abre inquérito para investigar pagamento de R$ 287 mil em suposta condenação judicial
O promotor de Justiça Maros Regenold Fernandes abriu inquérito para investigar dano ao erário e atos de improbidade administrativa decorrentes do pagamento de suposta condenação judicial pela Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, no valor de R$ 287 mil. Inquérito tem como base investigação administrativa da própria prefeitura.
 
Leia também 
Justiça recebe processo, mas livra Romoaldo de bloqueio por suposta venda ilegal de terreno público


Segundo informado na portaria de abertura do inquérito, o pagamento foi efetivado pela Secretaria Municipal de Cuiabá por meio de transferência para a conta bancária de Tânia Regina dias Leite, foi realizado em 16 de dezembro de 2020.
 
Há suspeita de que o pagamento tenho sido embasado em “documentos públicos falsificados da Ação de Obrigação de Fazer e Indenização por Perdas e Danos Materiais e Morais e Lucros Cessantes”.
 
Ação foi ajuizada, conforme o MPE, por Tânia Regina Dias Leite, em face do Município de Cuiabá, em trâmite na 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Capital.
 
“Determino o encaminhamento de ofício, com cópia integral dos autos, à Delegacia Especializada de Combate à Corrupção – DECCOR, para instauração de Inquérito Policial. Caso já tenha sido instaurado o mencionado caderno investigatório, solicito o encaminhamento de cópia integral de seus autos, no prazo de até 15 (quinze) dias”, determinou Regenold.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet