Olhar Jurídico

Quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Notícias | Geral

MEDIDA CONTRA A COVID-19

OAB-MT volta a pedir a reabertura das unidades do Poder Judiciário em MT

Foto: Reprodução

OAB-MT volta a pedir a reabertura das unidades do Poder Judiciário em MT
A diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) participou, a convite da presidência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), de encontro interinstitucional na tarde desta segunda-feira (14) para debater as próximas ações do Judiciário no enfrentamento à pandemia. Na ocasião, a presidente da Ordem, Gisela Cardoso reforçou o pleito da OAB-MT pela retomada do atendimento presencial nas unidades do Judiciário.
 
Leia mais:
Relação de inscritos e locais de provas do concurso da Segurança é divulgada; veja
 
Durante a reunião on-line, o secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, e o secretário Adjunto de Atenção e Vigilância à Saúde, Juliano Silva Melo, apresentaram um panorama geral da situação da pandemia no estado e as perspectivas para o próximo período. Segundo os dados, os números de contaminações pela variante Ômicron em todo o estado vem caindo nos últimos dez dias e, de acordo com o que se viu em outros países, a tendência é que continue em queda.
 
Figueiredo reforçou a importância da vacinação para a redução dos casos de infecção e, principalmente, das hospitalizações e morte, e das medidas restritivas em relação a eventos e aglomerações. No entanto, ele destacou que as contaminações geralmente ocorrem fora do ambiente de trabalho.
 
“Resta comprovado que a grande maioria das pessoas se infectam em encontros festivos, bares e aniversário, por exemplo. Após quase dois anos de pandemia, as medidas de controle em ambientes de trabalho, se cumpridas, se mostram bastante efetivas. O essencial nesses ambientes, assim como em toda a sociedade, é o forte estímulo à vacinação e a testagem e controle dos sintomáticos”, comentou o gestor. 
 
Os representantes das instituições presentes puderam esclarecer suas dúvidas junto à equipe da Secretaria de Estado de Saúde, compartilhar experiências e sugerir medidas e ações para a manutenção das atividades de forma segura. Com esses subsídios, o TJMT irá reavaliar o cenário e deve publicar nova decisão nos próximos dias. A presidente da OAB-MT parabenizou o Tribunal pela iniciativa e reiterou o pleito da advocacia.
 
“O diálogo é sempre importante, afinal todos temos o mesmo interesse de buscar soluções para oferecer a melhor prestação jurisdicional de forma segura e responsável. Tendo como base os dados apresentados aqui, a OAB-MT ratifica os pedidos anteriores pela retomada do atendimento presencial nas unidades do Judiciário. Acreditamos que temos experiência suficiente para garantir a segurança dos servidores e do público atendido. Os meios remotos disponibilizados pelo Poder Judiciário têm um papel importante, mas a reabertura dos prédios, ainda que com restrições, é essencial para o exercício da advocacia e para garantir à sociedade o acesso à Justiça”, concluiu Gisela Cardoso.     
 
Participaram do encontro a presidente do TJMT, Maria Helena Póvoas; a vice-presidente Maria Aparecida Ribeiro, o Corregedor-Geral da Justiça, José Zuquim Nogueira; o Procurador-geral do Estado, Francisco Lopes, o procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges, e o defensor público-geral de Mato Grosso, Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet