Olhar Jurídico

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Eleitoral

Gráfica Print

MPE concorda com mais 120 dias de prazo para concluir investigação contra Taques por suposto caixa 2 de R$ 2 milhões

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MPE concorda com mais 120 dias de prazo para concluir investigação contra Taques por suposto caixa 2 de R$ 2 milhões
O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) se manifestou pela concessão de mais 120 dias em investigação em face do ex-governador de Mato Grosso, Pedro Taques. Documento assinado pelo promotor de Justiça Arnaldo Justino é datado do dia 23 de fevereiro.  Inquérito envolve ainda a Gráfica Print.

Leia também 
PF pede mais prazo para concluir investigação contra Taques por suposto caixa 2 de R$ 2 milhões

 
Taques é acusado pela suposta prática de caixa 2 eleitoral. Há suspeita de que os ex-governador tenha sido beneficiado por doações de campanha nas eleições de 2014, não contabilizadas em sua respectiva prestação de contas, feitas, em tese, pela empresa Gráfica Print, no montante de R$ 2 milhões.
 
Caso tem como base delação premiada firmada pelo empresário Alan Malouf. O empresário Dalmi Defanti, dono da Gráfica Print, prestou depoimento à Polícia Federal confirmando que realizou serviços à campanha de Pedro Taques, no ano de 2014.

Conforme declarações, parte de valores pagos pela campanha foram devolvidos. Dalmi, porém, não identificou quem teria recebido. Em trecho do depoimento, o empresário chegou a dizer que se encontrou com Taques, sem negociações ilegais. O ex-governador teria salientado que em seu governo não haveria direcionamento de licitações.
 
Segundo Arnaldo Justino, a concessão de mais prazo servirá para oitiva de pessoas identificadas como Venício Aurelio Carvalho, Manoel Benedito de Jesus e Reydiane dos Santos. “Em face do exposto, o Ministério Público Eleitoral concorda com a solicitação de dilação de prazo para continuidade da investigação, por mais 120 (cento e vinte) dias, pugnando-se pela remessa deste IP à Autoridade Policial para a realização das diligências necessárias para a conclusão do feito”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet