Olhar Jurídico

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Civil

NO HOSPITAL GERAL

Enfermeiro preso em flagrante por abusar sexualmente de gestante é solto

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Vítima alegou que só conseguir fugir dos abusos quando disse que marido estava chegando

Vítima alegou que só conseguir fugir dos abusos quando disse que marido estava chegando

O enfermeiro de 34 anos, preso por suspeita de estuprar uma paciente grávida no Hospital Geral e Maternidade, em Cuiabá, foi solto após passar por audiência de custódia nessa quarta-feira (13). A juíza Suzana Guimarães Ribeiro, determinou que o Hospital Geral, onde o crime aconteceu, afaste o profissional por 90 dias até a conclusão do inquérito. 

Leia também 
Enfermeiro é preso por estuprar paciente grávida no Hospital Geral

A magistrada também determinou que a unidade de saúde seja notificada para instaurar processo administrativo para apuração dos fatos. Ele não poderá deixar a cidade por mais de sete dias ou se mudar sem comunicar a Justiça. 

O suspeito vai usar tornozeleira eletrônica por seis meses, sem retirar ou deixar que alguém retire o equipamento. De acordo com a decisão, ele deverá carregar a bateria todos os dias por três horas consecutivas e zelar pela conservação do aparelho. 

Apesar da juíza considerar a conduta do enfermeiro "exacerbadamente reprovável", ela afirmou não ser caso de manter a prisão do mesmo nestem momento. 

"Nada há que justifique a custódia do flagrado com relação à conveniência da instrução criminal e à garantia de aplicação da lei penal, tendo em vista a inexistência de elementos concreto e objetivos qu ,nesta seara de cognição não exauriente, permita supor que, em liberdade, conturbará a colheita de provas, nada indicando, em princípio, que se furtará à aplicação da lei, caso seja colocado em liberdade", dicidiu Suzana. 

Paciente tem gravidez de risco

De acordo com a denúncia, a paciente que possui gravidez de risco alegou que na madrugada dessa quarta-feira (13), foi medicada por uma enfermeira. Quando a profissional saiu do quarto, o enfermeiro aproveitou para cometer o abuso. 

A vítima relatou que o suspeito tirou a calça e apalpou as partes íntimas dela. Por conta da medicação, ela contou aos policiais que não conseguiu reagir. Em dado momento, a recepcionista do hospital teria ido até o quarto, momento em que o enfermeiro teria parado com os abusos. 

Assim que a recepcionista saiu do local, o suspeito voltou a abusar da paciente até ela afirmar que o marido estava chegando. Só assim a vítima teria conseguido sair da situação. De acordo com ela, o enfermeiro questionava a todo momento se ela estava gostando dos abusos. 

Quando o marido dela chegou, o casal acionou a Polícia Militar, que prendeu o homem em flagrante. Ele foi encaminhado ao plantão da Delegacia da Mulher. Conforme a PM, o enfermerio já havia sido denunciado por um crime semelhante. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet