Olhar Jurídico

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Criminal

Operação Mandatário

Forças de segurança usarão Hilux, Corolla, Renegade, Compass e Civic apreendidos em operação contra facção

Foto: Reprodução

Forças de segurança usarão Hilux, Corolla, Renegade, Compass e Civic apreendidos em operação contra facção
O juiz Jean Garcia  de  Freitas Bezerra, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, autorizou o uso e custódia, pelas forças de Segurança de Mato Grosso, de 12 veículos apreendidos em operação contra facção criminosa. Decisão consta no Diário de Justiça desta terça-feira (24). Os bens servirão para o desempenho de atividades de  inteligência, prevenção e combate  ao crime organizado.

Leia também 
Ministro mantém na Justiça comum ação sobre suposta organização criminosa envolvida em fraude de R$ 26 milhões

 
Segundo publicação do Diário de Justiça, os veículos são uma Hilux, quatro Corollas, um Renegade, um Compass, dois modelos Honda Civic, um Fiat Mobi e um VW Gol. Ainda, uma embarcação tipo lancha.
 
“Expeça­-se mandado  de avaliação  dos  veículos indicados  acima, a ser  realizada  por  oficial  de  justiça, no  prazo  de 10 (dez) dias, que  deverá apresentar, junto  ao  laudo, detalhes  sobre  o  estado  de  conservação  e fotografias  dos  automóveis. Cientifique­-se  a  autoridade  policial  que  deverá enviar  relatório  periódico  do  estado  de  conservação  do  veículo  requisitado anualmente, inclusive  com  fotografias”, determinou o magistrado.
 
Conforme apurado pelo Olhar Jurídico, bens foram apreendidos na Operação Mandatário. De acordo com as investigações, os alvos fazem parte do núcleo contábil e financeiro de facção criminosa que atua no Estado, com as funções de coleta e distribuição de valores.
 
Quando da Operação Mandatário, em janeiro de 2022, foram sequestrados 15 veículos, sete imóveis, além de 10 ordens de bloqueio de contas bancárias e de investimentos, totalizando um valor estimado de cerca de R$ 10 milhões.
 
Foram cumpridos ainda 12 Mandados de busca e apreensão, em residências, empresas e até um escritório de contabilidade. Durante as buscas, além de documentos, foram apreendidos uma arma de fogo, joias de grande valor e mais de meio milhão de reais em espécie. Seis investigados foram presos preventivamente e um em flagrante.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet