Olhar Jurídico

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Política de Classe

A HORA DO JULGAMENTO

Leitão afirma que Câmara julgará os mensaleiros

Foto: Reprodução

Leitão afirma que Câmara julgará os mensaleiros
Se depender da bancada de oposição ao governo na Câmara, os deputados não vão envergonhar a população brasileira e punirão os parlamentares condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) durante o julgamento do Mensalão.

A declaração é do deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), que na última segunda-feira (4.2) assumiu a Liderança da bancada da Minoria da Câmara, formada por PSDB, DEM e PPS.

Crimes prescrevem e deputado Nilson Leitão se livra de duas acusações; resta uma denúncia
Homero: câmara cumprirá seu papel no caso dos mensaleiros

O deputado sustenta que, depois de encerrado o período de recursos, que deve durrar dois anos, e depois que houver sentença transitada em julgado, não restará alternativa ao parlamento senão punir conforme o Supremo determinou.

"A última palavra é do Supremo. Se os ministros decidiram que os parlamentares condenados devem perder seus mandatos, a Câmara vai cumprir seu papel. Se depender do meu voto, não vamos envergonhar a população", sustenta.

O presidente eleito da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), procurou o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, para tratar das consequências do julgamento da Ação Penal 470, que condenou 25 dos 37 réus.

Segundo informou o STF, o acórdão com a decisão final do julgamento será publicado em abril. Estima-se que o período de recursos aos condenados deverá ser de até dois anos. Só a partir daí, provavelmente após as eleições de outubro de 2014, é que o Poder Legislativo iniciaria processo de cassação.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet