Olhar Jurídico

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Geral

TJMT inaugura serviços de saúde para servidores

Com a reabertura da Clínica de Fisioterapia e a implementação da sala de Reeducação Postural Global (RPG) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, servidores ativos e inativos do Poder Judiciário passam a contar com novos serviços focados principalmente na qualidade de vida e saúde. Localizado no Anexo Desembargador António de Arruda, em Cuiabá, o chamado “Espaço Bem Viver”, inaugurado na manhã desta segunda-feira (30 de julho), contemplará servidores lotados no TJMT e nos Fóruns de Cuiabá e Várzea Grande.
Com a reinauguração da Clínica de Fisioterapia, o vice-presidente do Poder Judiciário, desembargador Juvenal Pereira da Silva, assinalou que a procura deve ser intensa, como ocorria anteriormente. “Eu mesmo usei os serviços de fisioterapia oferecidos pelo Tribunal de Justiça. Essa facilidade de acesso é bastante importante”, pontuou. Para o magistrado, a população também ganha com a iniciativa, uma vez que os servidores com saúde trabalham mais motivados. “Isso reflete diretamente no serviço realizado ao público”, acrescentou.

Diretor da Escola Superior da Magistratura do Estado de Mato Grosso (Esmagis-MT), o desembargador Paulo da Cunha também aprovou a iniciativa e sinalizou a intenção de voltar a participar das atividades ofertadas pelo setor. “Quem tem o corpo são tem uma mente mais produtiva e trabalha melhor. O fato de a clínica ficar dentro do TJ facilita muito o acesso”, assinalou o desembargador, que já recebeu acompanhamento de fisioterapia por três meses, com foco na reeducação postural.

A oferta dos novos serviços é dividida em dois segmentos. A parte clínica tem foco no combate à dor, enquanto o RPG é voltado para reeducação postural e prevenção de problemas da coluna, como a dor. A clínica conta com um espaço para prática de exercícios, sala de avaliação e dois ambientes para tratamento com infravermelho, ultrassom, laser e tens (para estimular a analgesia). O serviço será acompanhado pela fisioterapeuta Edilene Bortolini.

Já o espaço para realização do RPG fica sob a responsabilidade da fisioterapeuta Fernanda Macedo. Ela orienta que o RPG utiliza técnicas de alongamento para trabalhar a musculatura, corrigindo desvios posturais, como cifose, lordose e escoliose. “Trabalhamos ainda com a prevenção de patologias”.

As duas fisioterapeutas são vinculadas à empresa Viva a Vida, contratada por meio de licitação para oferta de serviços de saúde para os servidores do Poder Judiciário. Responsável pela empresa, Jaime Figueiredo explica que os interessados devem entrar em contato com o setor para marcar uma avaliação.

“Durante a avaliação veremos a necessidade de cada um, dentro do problema que apresenta, qual o tratamento mais adequado. Faremos os encaminhamentos pertinentes. Se precisa de RPG, fará RPG. Se for caso clínico, fará esse acompanhamento. Se a situação for mais complexa, podemos encaminhar para um especialista. A avaliação será nosso ponto de partida”.

A coordenadora do Programa Bem Viver, Maria Lúcia Aguiar, explica que inicialmente o atendimento será realizado das 14h às 18h. Ela destaca que esta é mais uma conquista do programa para os servidores. “Esta é uma maneira de humanizar o atendimento dentro do órgão público. É uma facilidade muito grande para o funcionário ter uma clínica do próprio Tribunal de Justiça. Isso incentiva a continuidade do tratamento de saúde e reflete ainda na vida pessoal. O servidor leva esse conhecimento para casa, compartilha com a família e trabalha mais alegre, satisfeito”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet