Olhar Jurídico

Terça-feira, 11 de maio de 2021

Notícias / Geral

multa de R$ 100 mil/dia

Servidores do Detran atendem solicitação do TJ e encerram greve nesta terça

Da Redação - Flávia Borges

16 Mar 2015 - 10:35

Foto: Sinetran

Servidores do Detran atendem solicitação do TJ e encerram greve nesta terça
Após 14 dias de greve e uma liminar que obrigava o retorno ao trabalho, sob pena de multa de R$ 100 mil diários, os servidores do Detran-MT se reuniram em assembléia-geral na manhã desta segunda-feira (16) e decidiram suspender a paralisação. Os trabalhos serão retomados nesta terça-feira (17).

Leia mais
Governo quer 37 dias para analisar concurso; servidores não aceitam e greve no Detran continua

Na última sexta-feira (13), representantes do Tribunal de Justiça, do Sindicato dos Servidores do Detran-MT (Sinetran-MT) e o procurador geral do Estado Felipe da Rocha Florêncio se reuniram para discutir uma possível conciliação para por fim à greve.

“A categoria conseguiu, através da greve, dar início, finalmente, às negociações e por isso resolveu dar um crédito à instituição do Tribunal de Justiça, que passará a conduzir as audiências e enquanto estivermos negociando vamos suspender a greve, com vistas à chegarmos a um consenso o mais breve possível. Mas se esgotarem as possibilidades e o concurso não for realizado, retomaremos o movimento tão logo seja necessário, por tempo indeterminado”, afirma Daiane Renner, presidente do Sinetran-MT.

A próxima reunião de negociação no Núcleo do TJ será na próxima quarta-feira (18 de março), às 15 horas.

O caso

A realização do concurso do Detran-MT foi acordada durante a gestão do governador Silval Barbosa, em 2013. Em 2014, após manifestações da categoria, o chefe do executivo estadual assinou autorização para o certame, com previsão para lançamento do edital ainda naquele ano, o que não se realizou.

Em janeiro, logo após assumir o governo de Mato Grosso, Pedro Taques publicou decreto suspendendo todos os concursos da administração estadual por um prazo de 120 dias, a fim de realizar auditoria para comprovar real necessidade de novas contratações.

Membros da comissão do concurso procuraram o governo em janeiro para mostrar a necessidade de realização de concurso no Detran-MT, e foram informados para aguardar as análises.

Multa contra a greve considerada ilegal

Na ultima quinta-feira (12), o Tribunal de Justiça de Mato Grosso acatou o pedido liminar interposto pelo Governo do Estado determinando o fim da greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), sob multa diária de R$ 100 mil em caso de não cumprimento da decisão.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet