Olhar Jurídico

Segunda-feira, 27 de junho de 2022

Notícias | Criminal

TRIBUNAL DO TRABALHO

Avaliado em R$ 5,9 milhões, prédio da Faculdade Afirmativo vai à leilão judicial nesta sexta

17 Nov 2016 - 14:50

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

Foto: Reprodução

Faculdade Afirmativo

Faculdade Afirmativo

As Varas de Cuiabá e Várzea Grande do Tribunal Regional do Trabalho (23ª Região) realizam nesta sexta-feira (18) o último leilão do ano para venda de bens penhorados para pagamento de dívidas trabalhistas. Receberão destaque o prédio da Faculdade Afirmativo, avaliado em R$ 5,9 milhões, e três terrenos do condomínio Belvedere, em VG, avaliado em R$ 160 mil cada.

Leia mais:
Réu por desvios de R$ 37,6 mi, ex-procurador Chico Lima pede autorização para curso de artesanato no CCC

De acordo com o TRT-MT, a compra poderá ser feita por até 70% do valor inicial. Ainda serão leiloada uma caminhonete Hilux Diesel 2015, avaliada em R$ 125 mil.

O leilão será dividido em duas etapas. Na primeira, marcada para esta sexta (18), os bens poderão ser adquiridos pelo valor da avaliação. Já na segunda, que ocorre no próximo dia 1º de dezembro, o critério será o de maior lance, respeitado o valor mínimo fixado pelo juiz trabalhista, com base no que prevê o Código de Processo Civil (CPC).

A relação completa pode ser conferida no site do leiloeiro oficial (www.dadivaleiloes.com.br) ou diretamente neste link.

Como participar:

A venda pela modalidade presencial terá início às 8h30, no Auditório do Cefor, 6º andar do Prédio Administrativo do TRT/MT, localizado na Av. Historiador Rubens de Mendonça, 3355 Centro Político e Administrativo (ao lado da Secretaria de Estado de Fazenda).

Os interessados devem comparecer no local no dia e hora indicados com os seguintes documentos: Pessoa física: documento de identificação pessoal com foto e CPF. No caso de arrematação de bens imóveis, os casados ou que convivem em união estável deverão informar o nome e CPF do cônjuge ou companheiro; Pessoal jurídica: cópia do Cadastro Social com as respectivas alterações e documentos pessoais do titular ou seu representante legal; Participação por procuração: o documento deverá conter poderes específicos para o ato de arrematação; Já a alienação judicial pela internet está aberta desde o último dia 8 e segue até o encerramento do leilão presencial. Quem desejar dar os lances nessa modalidade precisa acessar o site do leiloeiro oficial (www.dadivaleiloes.com.br) e se cadastrar.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet