Olhar Direto

Segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Notícias / Cidades

Junta médica investiga licenças concedidas a servidores público

Da Redação - Pollyana Araújo

21 Fev 2011 - 12:05

Foto: Reprodução

Médico psiquiatra Ubiratan Barbalho, acusado de vender atestados falsos a PMs e outros servidores

Médico psiquiatra Ubiratan Barbalho, acusado de vender atestados falsos a PMs e outros servidores

As licenças médicas concedidas pelo médico psiquiatra Ubiratan Magalhães Barbalho, acusado de fornecer atestados irregulares, que ainda estão em andamento, serão revisadas por uma junta médica, composta por profissionais da Secretaria Estadual de Saúde, da Polícia Militar e da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). O levantamento deverá ser concluído no prazo de 30 dias.

A portaria conjunta entre as secretarias de Saúde, Segurança Pública (Sesp), Administração (SAD) e Comando Regional da Polícia Militar foi assinada na última sexta-feira (17) a pedido da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

Os secretários consideram na portaria “a necessidade de análise prévia dos atestados para eventual abertura de procedimento administrativo disciplinar no sentido de apurar irregularidades cometidas por servidores que se beneficiaram de documentos ideologicamente falsos”.

Durante a realização do levantamento, os servidores que estiverem de licença médica, com atestado assinado pelo médico investigado, deverão ser convocados para prestar esclarecimentos à Junta Médica. O trabalho investigativo terá o apoio dos servidores administrativos da Coordenadoria de Perícia Médica da SAD.

Após o psiquiatra ser acusado de vender atestados a policiais militares, o Ministério Público Estadual (MPE) suspeita de um esquema envolvendo servidores de outros órgãos do Estado, entre eles a Secretaria de Estado de Educação.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Petrulio Ourides da Silva
    21 Fev 2011 às 14:03

    boatrde! bom é legal ter um veiulo de conhecimento e cultura como os sites de Internet e veiculo de comunicação, aonde vemos atualizar e discutir os fatos da nossa realidade e pensamento , entretanto eu leio aqui todos os dias as noticias de Cuiabá e Mato Grosso, e cheguei a uma conclusão, Cuiabá cidade verde vim aqui e fui bem recebido, povo querido de cuiaba, cultura diferenciada do sul do brasil, Eu gosto de Cuiabá porque é melhor que Curitiba e São Paulo e daqui depois da copa de vai ser melhor que o Rio de Janeiro, poque? o paulista vem aqui e vira politico, o paranaense vem aqui e fica milionário tomam nossas terras, agua, e comida. mata o indio de fome, destroi as Matas, e destroi os animais. paranaense vem aqui do sul e destroi a natureza. Cuiaba esta tomada de Leões e Dragões que inferno que virou isso aqui , Cuiaba esta lixo, sem saude, sem estradas, sem rua, sem agua, sem policia, sem segurança, sem comida, sem cultura, sem auto estima. ao ver navios rico é rico e pobre é pobre. terra de ninguem

  • jose
    21 Fev 2011 às 13:41

    Parabens aos promotores Gustavo Dantas Ferraz e Vinicius Gahyva, além dos outros órgãos, que apuraram esses fatos graves. Quando deixam o MP e PM trabalhar as coisas boas acontecem.

  • ALAIDE DE SOUZA
    21 Fev 2011 às 12:53

    Alguem acredita que isso vai dar em cadeia pra eles???????????????quanta sujeira......

Sitevip Internet