Olhar Direto

Sexta-feira, 03 de julho de 2020

Notícias / Economia

MT é o estado que mais cresce na área de Minas e Energia

Da Redação/Alline Marques

10 Jan 2009 - 10:26

Apesar do forte da economia mato-grossense ainda ser o agronegócio, o Estado começa a sair do cenário rural e conquistar espaço no setor de Minas e Energia. A produção de ouro em Mato Grosso que era de 150 quilos em 2002 saltou para seis toneladas em 2007. Além disso, o diamante que em 2003 foram extraídos 12 mil quilates, passou para 150 mil quilates em 2007.

O secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, informou ao Olhar Direto que através do geoprocessamento realizado no Estado. Com o projeto foi possível fazer um mapeamento de todas as áreas de mineração em Mato Grosso e permitiu o Estado sair de 11º para 4º lugar em requerimento de áreas de exploração de mineração. Nadaf acredita que ainda é possível subir ainda mais no ranking.

De acordo com Pedro Nadaf, Mato Grosso tinha 4 mil hectares de terras para exploração em 2002 e atualmente são 11 mil hectares requeridos. Também em 2002 eram 400 requerimentos de exploração e hoje são quase 15 mil. O secretário destaca ainda que todos os procedimentos estão dentro da legalidade ambiental e dentro de áreas que não têm nenhum tipo de agressão ambiental.

“O geoprocessamento é um verdadeiro mapa da mina. Tem especificamente o tipo de rocha que caracteriza o tipo de minério existente em todo estado, com isso é possível localizar as áreas de minérios radioativos, as áreas de minérios, manganês, fosfato de ouro, diamante e outros”, explica Nadaf.

O estudo demorou cinco anos para ser concluído e foram investidos o total de R$ 13 milhões, sendo R$ 8 milhões do governo Federal e R$ 5 milhões do governo do Estado. Uma empresa de economia mista, a Serviço Geológico do Brasil (CPRM) foi contratada para executar o projeto. Pedro Nadaf conta que todas essas informações estão disponíveis na Sicme, no entanto, elas deverão ter um custo aos interessados. Ele destaca ainda

Outro avanço foi o leilão realizado pela Agência Nacional de Petróleo que leiloou seis pontos de exploração de gás e de petróleo em Mato Grosso. Vale destacar que duas grandes companhias participaram do leilão: Petrobras e a Esso.

A Petrobras arrematou todas essas possibilidade de exploração. Segundo Nadaf, existe uma grande possibilidade muito grande de Mato Grosso ter o gás e o petróleo. Nas áreas leiloadas já haviam sido feitas as prospecções há anos e foram detectadas as moléculas de petróleo, com a possibilidade de existência de gás nessas moléculas.
Sitevip Internet