Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Brasil poderá se tornar refúgio de criminosos, diz Taques sobre Battisti

Da Redação - Pollyana Araújo/ De Brasília - Vinicius Tavares

03 Fev 2011 - 17:28

Foto: José Medeiros

Brasil poderá se tornar refúgio de criminosos, diz Taques sobre Battisti
O senador Pedro Taques (PDT) defendeu nesta quinta-feira (3), em seu primeiro pronunciamento na tribuna do Senado, a extradição do ex-ativista de esquerda Cesare Battisti para a Itália sob pena de o Brasil se transformar num “esconderijo de criminosos”. Aos demais colegas parlamentares, aconselhou que não se pode ter "medo das palavras".

A decisão de manter Battisti em território brasileiro foi do então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no final de dezembro, e provocou polêmica. O assunto deve ser debatido em uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

A intervenção de Taques ocorreu em meio ao pronunciamento do senador Eduardo Suplicy (PT/SP), que leu uma carta em que Battisti alega inocência. O congressita mato-grossense pediu a palavra e sustentou que o italiano "se trata de um criminoso", julgado e condenado pela Justiça da Itália, e que teve a condenação mantida em 1993.

Para Taques, não se trata de um juízo de valor, mas de um fato concreto e óbvio. “Cesare Battisti é um criminoso e isso não é um juízo de valor, mas um juízo de fato. Ele foi condenado e a pena foi mantida em 1993. Estamos a tratar de um debate que não é ideológico. Os autos revelam que ele (Battisti) cometeu um crime”, argumentou o pedetista.

Segundo Pedro Taques, o STF determinou que o presidente da República respeitasse o tratado internacional de extradição, referendado pelo Congresso Nacional. Lembrou ainda que o tratado impediria a extradição se houvesse circunstância que o coloque em perseguição.

Estreante no Senado e na política partidária, Taques deixou claro que terá uma atuação “dura” no Congresso. Adiantou que sua opinião é independente da posição em relação ao governo.

“Não temos que ser oposição ou posição. Temos que atender a Constituição Federal”, enfatizou, lembrando que a extradição é um é "discricionário e não sinônimo de arbitrariedade".

Na visão do pedetista, se Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália pela suposta autoria de quatro assassinatos na década de 1970, não for extraditado o Brasil estará levando em consideração a sua ideologia política.

Foragido, o italiano chegou ao Brasil em 2004 e, em fevereiro do ano passado, foi condenado a dois anos de prisão, em regime aberto, por ter entrado no país com passaporte falso.

Atualizada e corrigida às 20h24


Confira na íntegra a carta de Batistti lida por Suplicy:

"Aos senhores e às senhoras senadoras e senadores, deputados e deputadas federais e ao povo brasileiro,

De forma humilde, desejo transmitir aos representantes do povo brasileiro no Congresso Nacional um apelo para que possam me compreender à luz dos fatos que aconteceram na Itália desde os anos 70, nos quais eu estive envolvido.

É fato que nos anos 70 eu, como milhares de italianos, diante de tantas injustiças que caracterizavam a vida em nosso país, também participei de inúmeras ações de protesto e, como tal, participei dos Proletórios Armados pelo Comunismo.

Nestas ações, quero lhes assegurar que nunca provoquei ferimentos ou a morte de qualquer ser humano. Até agora, nunca qualquer autoridade policial ou qualquer juiz me perguntou se eu cometi um assassinato. Durante a instrução do processo e o julgamento onde fui condenado à prisão perpétua, eu me encontrava exilado no México e não tive a oportunidade de me defender.

Durante os últimos 30 anos, no México, na França e no Brasil, dediquei-me a escrever livros e as atividades de solidariedade às comunidades carentes com quais convivi.
Os quase 20 livros e documentários que produzi são todos relacionados a como melhorar a vida das pessoas carentes, e como realizar justiça social, sempre enfatizando que, o uso da violência compromete os propósitos maiores que precisamos atingir. Desejo muito colaborar com estes objetivos de construção de uma sociedade justa, no Brasil, por meios pacíficos, durante o resto de minha vida.

Cesare Battisti
Papuda, 03/02/11"

67 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jair Patrocinio
    08 Fev 2011 às 10:50

    É isso amigo..., faça das suas convicções o nosso orgulho...., não descanse até mandar esse bandido para a itália.... isso é apenas o começo do herói cuiabano.... mostre para os parlamentares que eles estão lá não para ser posição ou oposição, mas para defender o povo brasileiro, respeitando a nossa Lei maior que é a Constituição Federal.

  • Giliardi
    08 Fev 2011 às 10:24

    é isso mesmo senador Pedro Taques, vamos manda esse bandido embora do nosso país, e aqueles que apoiam que ele fique no Brasil, levem para suas casas, eo tratem com, casa, comida e roupa lavada todos os diase ainda dê um mesada pra ele todos os meses.

  • ROBERTO SANTOS ALMEIDA
    04 Fev 2011 às 16:24

    É ISSO AI PEDRO TAQUES, VOTAMOS EM VC PARA TER ALGUÉM QUE FALA O QUE O POVO QUER ESCUTAR. ESSE TAL DE SUPLICI MERECE TER CORTADO A SUA ´PALAVRA PELA MARTA SUPLICI SUA MELHOR , POISSÓ FALA ABOBRINHA.

  • ROBERTO SANTOS ALMEIDA
    04 Fev 2011 às 16:23

    É ISSO AI PEDRO TAQUES, VOTAMOS EM VC PARA TER ALGUÉM QUE FALA O QUE O POVO QUER ESCUTAR. ESSE TAL DE SUPLICI MERECE TER CORTADO A SUA ´PALAVRA PELA MARTA SUPLICI SUA MELHOR , POISSÓ FALA ABOBRINHA.

  • josé
    04 Fev 2011 às 11:58

    PARABENS AO GRANDE SENADOR PEDRO TAQUES.ESTE BANDIDO ITALIANO PARA O PT TEM MAIS VALOR QUE AS RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS COM A ITÁLIA. VERGONHA ESSE POVINHO DO PT.

  • Heródoto
    04 Fev 2011 às 11:38

    Battisti é um criminoso sem precedentes, assassinou pessoas inocentes, roubou, sequestrou e assaltou na Itália. O mesmo que fez a Dilma e sua catrefa aqui no Brasi. Porisso que o PT e seus asseclas querem dar-lhe asilo, e quem sabe até uma gorda pensão vitalícia a exemplo do que fora feito aos criminosos brasileiros sob alegação de que foram perseguidos pelo regime militar.

  • silvio dias
    04 Fev 2011 às 09:36

    Parabéns ao Senador Pedro Taques ! é de parlamentares assim que o Brasil precisa, vc está orgulhando todos nós Matogrossenses. Espero que o STF corrija o que Lula fez na calada da noite...

  • Cuiabano
    04 Fev 2011 às 09:32

    VIVA O TAQUES!

  • Tasso
    04 Fev 2011 às 09:25

    gde Pedro Taques!!!! fico mto feliz em saber q temos um senador sério e mto competente pra atuar,ele n é qualker um n,ele é o CARA!!!!! valeu a pena ter votado nele,espero q ele continue assim,trabalhando pelo povo,e n só em benefíco próprio,como mtos políticos fazem.n é à toa q,nas eleições d 2010,o lema dele era "Pedro Taques:Um Novo Senador" .É isso aí Taques,mandioca neles!!!!!!!

  • Elisa
    04 Fev 2011 às 09:19

    Esse Battisti aprendeu rapidinho como funciona no Brasil é só ter dinheiro e negar o fato, independente de provas que tá tudo certo, meus parabéns ao senador Taques, vai em frente que o povo brasileiro está contigo.

Sitevip Internet