Olhar Direto

Sábado, 24 de julho de 2021

Notícias | Política MT

Apelação divina

Demóstenes cita Cristo e pede que congressistas não ‘lavem as mãos’

O senador Demóstenes Torres (sem partido) apelou para a passagem bíblica que versa sobre o julgamento de Jesus Cristo para pedir que não fosse cassado, durante sessão realizada no Senado Federal, nesta quarta-feira (11). O parlamentar pediu que seus pares não fizessem como Pôncio Pilatos, que ao lavar as mãos levou Cristo para a cruz.

Torres afirmou que Pilatos preferia não crucificar Cristo, mas o fez por conta do peso da pressão popular. “Me deixem ser julgado pelo Judiciário”, pediu. E mais tarde voltou a citar Cristo. “Disseram: diga-me com quem andas, que direi quem tu és, e Cristo andava com Judas. Se Cachoeira cometeu crime, cana nele”, argumentou.

“Senhoras e senhores, eu jamais menti aqui. Eu tenho uma conduta parlamentar impecável. Quantas vezes eu procurei um senador ou qualquer ministro para pedir qualquer favor para Carlos Cachoeira?”, indagou.

“Eu não posso ser julgado para dar o exemplo”, solicitou. “O meu tratamento tem que ser isonômico. Me dêem o direito que foi dado a tantos outros, de fazer a minha defesa”, completou.

Demóstes Torres é acusado de usar seu mandato como senador para beneficiar o contraventor Carlos Cachoeira, preso por comandar um esquema de jogos ilegais no Estado de Goiás.



Atualizada

Comentários no Facebook

Sitevip Internet