Olhar Direto

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Política MT

lembranças de pernambuco

Valtenir acusa delegado que o relacionou em esquema milionário de procurar holofotes

Foto: Reprodução

Valtenir acusa delegado que o relacionou em esquema milionário de procurar holofotes
Relacionado em um suposto esquema milionário de superfaturamento de redes de informáticas em escolas de Paraíba, o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) afirma que o delegado responsável pela investigação fez uma série de interpretações pessoais errôneas porque ficou impressionado com os “holofotes da imprensa”.

“O delegado pulou o corguinho. Ele ficou encantado com os holofotes da imprensa e fez interpretações pessoais, dilações que não podia fazer”, disse o parlamentar em entrevista por telefone ao Olhar Direto. “Foi tudo muito estranho. Por exemplo, a imprensa teve acesso ao relatório antes de nós. Tive de ficar procurando isso e só consegui há pouco”, completou.

Leia também:
Valtenir Pereira emite nota para negar participação em esquema de desvio de dinheiro
MPF pode investigar se Valtenir foi beneficiado com desvio de recursos; deputado nega

Valtenir foi relacionado porque a Polícia Federal encontrou notas fiscais as empresas AS&M, Grafica Print e Casarão Vídeos, na sede da Idea Digital. As três empresas trabalharam na campanha do parlamentar à reeleição, em 2010, e a AS&M confirma que recebeu dinheiro da empresa investigada para fazer materiais de campanha para Pereira.

De acordo com Valtenir, o delegado Felipe Alcântara de Barros Leal alega que as empresas envolvidas no esquema seriam fantasma, contudo, tanto a Casarão Vídeos, a Gráfica Print quanto a AS&M Publicidade são empresas concretas e conhecidas no mercado mato-grossense. Ou suposto erro do delegado seria o argumento das doações de campanha.

“Ele afirma que as três empresas receberam dinheiro da Idea Digital e doaram para minha campanha. Mas só a Grafica Print aparece coo minha doadora e só porque eles imprimiram material a mais, além do que pedi. Então eles não iam perder papel e doaram. Mas a AS&M e a Casarão não são doadoras”, explicou o peessebista.

Além disso, Valtenir afirma que nunca destinou nenhuma emenda parlamentar ao estado da Paraíba, onde teria acontecido o esquema de superfaturamento das redes de informática, sob a batuta do presidenciável Eduardo Campos, presidente nacional dpo PSB e governador daquele estado. “E a Idea Digital nunca foi beneficiado por nenhuma emenda minha”, afirmou.

Apesar de citar o que chamou de “enganos” do delegado, Valtenir negou qualquer intenção de acionar o policial federal na Justiça.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet