Olhar Direto

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Ministro da Agricultura pode se licenciar para fortalecer campanha de Dilma em MT

Da Redação - Raoni Ricci

10 Out 2014 - 08:01

Ministro da Agricultura pode se licenciar para fortalecer campanha de Dilma em MT
O ministro da Agricultura, Neri Geller (PMDB), estuda a possiblidade de se licenciar para reforçar a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em Mato Grosso. Após a derrota para Aécio Neves (PSDB) no 1º turno, o governo decidiu colocar força máxima para alterar o quadro eleitoral no estado. A estratégia é ampliar o contato com a classe produtora para reverter o quadro negativo nas urnas do estado. 

Leia mais
Wellington Fagundes tenta agregar forças pró Dilma; Eraí e Fávaro são sondados para coordenação
 
Geller desembarca na noite de quinta-feira, 9, na capital para uma reunião com o coordenador da campanha petista no estado, o senador eleito Wellington Fagundes (PR), e vai percorrer várias regiões pedindo votos para Dilma.
 
“A priori não é minha intenção licenciar, mas não está descartado que tenhamos que tomar essa decisão na semana que Vem. Estou chegando em Cuiabá na noite de hoje, vou me reunir com  Wellington e intensificar a campanha no final de semana”, explicou o ministro.
 
A frente de um dos ministérios mais importantes para Mato Grosso, e com trânsito livre com a presidente Dilma, Geller tem a missão de refrescar a memória dos representantes do agronegócio sobre os investimentos do governo no setor.    
 
“É muito difícil de entender como não contamos com o voto de grande parte dos produtores. Nossas pesquisas indicavam um quadro muito diferente nos últimos dias, com a Dilma com até 10 pontos de frente, mas houve uma mudança de última hora. Vamos mostrar que nunca um governo fez tanto por esse estado e para o agronegócio como o governo Dilma. Muitos prometeram, mas apenas Dilma fez a BR-163. São milhões em investimentos em logística e uma política econômica de redução de juros que só fortaleceu o campo. É isso que vamos mostrar nesse 2º turno”, ressaltou o ministro.
 
Geller chegou ao primeiro escalão do staff de Dilma sob indicação do seu partido, o PMDB, que tem o deputado federal Carlos Bezerra como principal articulador junto ao governo federal. Seu nome foi respaldado por grandes lideranças do agronegócio, como o senador Blairo Maggi (PR) e o empresário Eraí Maggi. Hoje, Geller é um dos ministros mais próximos da presidente da República, com contato livre e direto.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet