Olhar Direto

Terça-feira, 27 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Zeca Viana afirma que Pivetta se precipitou ao vazar detalhes da reforma administrativa

Da Reportagem Local - Raoni Ricci

16 Out 2014 - 19:04

Foto: Assessoria

Zeca Viana afirma que Pivetta se precipitou ao vazar detalhes da reforma administrativa
O deputado estadual Zeca Viana (PDT) afirmou hoje (16), na tribuna da Assembleia Legislativa, que o coordenador da equipe de transição de Pedro Taques, Otaviano Pivetta (PDT), se precipitou ao divulgar para a imprensa a proposta de reforma administrativa do futuro governo. Zeca, que é presidente do PDT em Mato Grosso, avaliou que a posição de fundir ou extinguir secretarias é uma decisão que cabe exclusivamente ao chefe do Executivo.

Leia mais
Zeca fica na ‘bronca’ com CPI do Erai e promete CPI da Assembleia; Brunetto retira assinatura
 
“Não sou contra, mas eu achei, no meu ponto de vista, que a extinção de um secretaria ou até a fusão são atributos do governador. Por isso eu achei que talvez o meu amigo, companheiro Pivetta, tenha se precipitado. Não estou criticando ele, muito pelo contrário, mas eu acho que é um assunto exclusivo do governador eleito”, opinou Zeca.
 
O deputado estadual pelo PDT, reeleito para o segundo mandato, observou que caso Taques pense em realmente promover algumas das mudanças apresentadas por Pivetta, será preciso promover uma discussão com os parlamentares, especialmente os da base governista.
 
“O governador eleito, se for promover essas mudanças de fusão e extinção de secretarias, precisa ouvir os deputados, pois todos nós estamos apoiando esse processo de mudança que está sendo proposto para o novo governo”, disse Viana.
 
O parlamentar revelou que ficou sabendo da reforma administrativa pela imprensa e não soube precisar se Pedro Taques foi ou não consultado. “Eu fiquei sabendo pela imprensa, eu acredito que ele tenha consultado sim, não sei”, respondeu Viana.
 
O presidente do PDT ainda descartou que Pivetta venha a ter um status de ‘supersecretário’ na gestão de Taques, destacando a vontade pessoal do correligionário de voltar a gerir o município de Lucas do Rio Verde, do qual está licenciado.
 
“O Pivetta está colaborando com a transição desse novo governo, o sonho dele, o desejo dele, é voltar para Lucas e continuar como prefeito, pelo menos foi o que ele expressou, talvez pode até mudar de ideia”, finalizou o parlamentar. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet