Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de abril de 2019

Notícias / Política MT

Contra fraudes fiscais e lavagem de dinheiro, Cira vai instalar laboratórios na Sefaz e na Polícia Civil

Da Redação - Ronaldo Pacheco / Da Reportagem Local - Laíse Lucatelli

20 Mar 2015 - 16:01

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Contra fraudes fiscais e lavagem de dinheiro, Cira vai instalar laboratórios na Sefaz e na Polícia Civil
Dois laboratórios técnicos em áreas estratégicas do governo de Mato Grosso vão dar suporte para as ações do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), criado pelo governador José Pedro Taques (PDT) como principal força-tarefa de resgatar dinheiro público desviado de diferentes formas. No front fiscal, o Cira terá um laboratório na Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), para resgate de ativos fiscais; e outro na Polícia Judiciária Civil (PJC), para investigar ‘lavagem de dinheiro’.    
 
A decisão foi tomada durante reunião do governador José Pedro Taques (PDT), nesta sexta-feira (20), no Palácio Paiaguás, com os secretários Paulo Ricardo Brustolin, da Sefaz; Fábio Galindo Silvestre, adjunto de Segurança Pública; Patryck Ayla, da Procuradoria geral do Estado (PGE). Também participaram o procurador geral de Justiça, Paulo Prado, além dos promotores Clóvis Almeida Júnior, Ana Cristina Bardusco e Marco Aurélio de Castro, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
 
Estimativas preliminares dão conta de que os ‘ativos recuperáveis’ do fisco de Mato Grosso superam R$ 5 bilhões – quase 90% estão em processo que tramitam há anos nas varas da Fazenda Pública do Poder Judiciário. Já a ‘lavagem de dinheiro’ e ocultação de bens são crimes mais difíceis de serem comprovados e os valores resgatados, mas o Cira está constituindo uma força-tarefa para atuar em casos do gênero.
  
Pedro Taques criou  o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos justamente para  prevenir e reprimir crimes fiscais e proteger a ordem econômica e tributária em Mato Grosso. Medidas técnicas, legais, judiciais e administrativas serão propostas pelo Comitê aos órgãos do governo para ampliar a efetividade na recuperação de ativos do Estado.
 
Fazem parte do Cira o próprio governador, que é o presidente;  e os secretários Mauro Zaque, de Segurança Pública; Paulo Brustolin, de Fazenda; Patryck Ayala, da Procuradoria Geral do Estado;  delegado-geral Adriano Peralta; da Polícia Judiciária Civil; e o secretário Fábio Galindo Silvestre, adjunto de Segurança, que é o coordenador executivo do grupo.
 
Entre os objetivos do Cira estão recuperar bens e direitos obtidos ilegalmente, por meio de ações judiciais e administrativas, além daquelas que visem acautelar o patrimônio público e promover ações que resultem na responsabilização administrativa, civil e criminal dos envolvidos. O grupo cuidará de dívidas que ultrapassem os R$ 5 milhões. 

"A lista de devedores está sendo depurada, estamos levantando as dívidas acima de R$ 5 milhões, e ainda não podemos fazer projeções de quanto pretendemos arrecadar. Trabalhamos com a curva ABC, ou seja, dos maiores para os menores. A finalidade do Cira é evitar sonegação e lavagem de dinheiro", informou Brustolin.

O coordenador Fábio Galindo informou que todos os ativos que se enquadrem non valor fixado serão cobrados: desde sonegação fiscal, passando por incentivos irregulares, até condenações por desvio de dinheiro público. "O Cira vai ser muito importante para recuperar os recursos e investir em políticas públicas", disse. 

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alex
    22 Mar 2015 às 08:39

    Este governo fala muuiiiito! Fazer? Oh! Até agora nada!

  • João
    21 Mar 2015 às 10:36

    A sociedade agradece de coração, não suportamos mais ver tanta injustiça e essa tal centralização de serviços antes executados nas exatorias pelos Agentes fazendários e agora na contra-mão da história e atendendo a pedido do fiscais de tributos da sefaz tem prejudicado muito os contribuintes de todo nosso estado, fiquei sabendo que esses esses mesmos fiscais de tributos querem acabar com as exatorias e os agentes fazendários deixando a população a mercê desses endeusados fiscais, simplesmente porque esses agentes fazendários ganharam a tal isonomia salarial ao grupo TAF no STF e até hoje não implementaram esses ganhos porque esses fiscais de tributos através de seu representante tentam de toda forma atrapalhar fomentando à sociedade com mentiras descabidas!!! Mostre a cara desses desses endeusados, por favor, inclusive não deixe de cobrar mais essa vergonha e falcatrua que esses fiscais de tributos fizeram com o tal SALDO DE COTAS, ONDE PEGARAM EM ESPÉCIE, SEM AO MENOS TEREM ESSE DIREITO, INQUÉRITO ABERTO SOB Nº 131/2010 e 142/2010. A Sociedade agradece e aplaude suas ações!!!

  • INTERIOR AGRADECE
    21 Mar 2015 às 07:59

    NÃO EXISTE FRAUDE NÃO SEU PEDRO....AQUI E TUDO LEGAL NESTE ESTADO,ATE ROUBAR AQUI É LEGAL SE A GLOBO NÃO DENUNCIAR,POIS QUEM DEVERIA INTERVIR OU FISCALIZAR ESTA CEGO OU DORMINDO OU RECEBENDO PROPINA

  • João Carlos
    20 Mar 2015 às 23:50

    Ops, acho que entrei no site errado! Brincadeiras à parte.... esse portal de notícias mais parece uma sucursal da assessoria de imprensa de Pedro Taques! Todos os dias "plantam" uma matéria que tenta colocar o governo como mil maravilhas. O povo não é bobo, até agora só estou vendo "oba-oba" e nada de concreto. O senhor Pedro Taques foi eleito para fazer com que nosso Estado siga a linho do progresso, mas até agora só se falam em auditorias, cortes de despesas, exonerações (até do que tinha de bom no governo passado) e nomeações de indicações partidárias, salvo raras exceções, como é o caso do DETRAN! Vamos parar de dizer que tudo do passado é negativo, trabalhar um pouco e fazer jus aos votos que teve!

  • por justiça
    20 Mar 2015 às 20:49

    isto e positivo se todos comprir no pe da letra e e isso que temque ter nosmunicipios queso dasuperfaturadoresde obras publicasjustiçaja neles ok.

  • Rondon
    20 Mar 2015 às 19:42

    CINCO BILHÕES!!!! E ainda tem gente que vem fala abobrinha aqui, para o governador deixa de lado tudo isso e começa a fazer estrada com dinheiro imaginário. Imagina o quanto a recuperação desses ativos não vai ajuda Mato Grosso?!

  • CARLOS
    20 Mar 2015 às 18:38

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.... O QUE É DE OBRIGAÇÃO DELE, ELE NÃO FAZ......

Sitevip Internet