Olhar Direto

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Política BR

Terroristas

Em Mato Grosso, Bolsonaro defende radicalização dos produtores contra MST

Foto: Paulo Victor Fanaia/ Olhar Direto

Em Mato Grosso, Bolsonaro defende radicalização dos produtores contra MST
Em uma visita meteórica, o polêmico deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PP-RJ) esteve em Cuiabá nesta ultima nesta sexta-feira (13), onde proferiu palestra sobre o cenário político nacional e os direitos humanos, a convite do Enacal 2015 e do 2º Congresso Nacional de Correção e Fertilidade do Solo. Coincidência ou não, em Mato Grosso, um dos maiores estados produtores do Brasil, seu discurso focou na intervenção armada de fazendeiros contra o Movimento Sem Terra (MST). Para o deputado, o movimento deve ser considerado grupo terrorista.

Leia mais:
Jair Bolsonaro rasga o verbo em visita a Cuiabá; fala sobre impeachment e sua possível campanha à presidência

Em uma coletiva rápida, mas exaltada, no estúdio de TV da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Bolsonaro aponta suas armas contra seus inimigos. De cara, o MST. Para o deputado, eles são “marginais”. “Eles invadem sua propriedade produtiva, depredam, matam os bois, destroem a plantação, queimam os tratores. Essa é a regra deles. Vocês acham que eles devem ser recebidos como? Com uma mesa com pão de ló em cima?”, ironiza. Confira a sabatina com o Bolsonaro:

Perguntado sobre a questão da reforma agrária: 

"A reforma agrária é uma falácia. O mundo evoluiu. A mesma coisa que eu te disser para jogar fora a máquina de lavar roupa e ir para o tanque", explica a uma jornalista mulher.  "Hoje em dia a agricultura não está mais nessa fase sem maquinário. Sem meio e sem tecnologia. Não existe isso aí. Esse pessoal quando invade, fica um tempo e revendem. Virou negócio o MST. São marginais sim. Se você acha que eles podem invadir e fazer tudo isso, então o MTST também pode invadir sua casa e fazer a mesma coisa, porque não?", conclui.

Argumentado que as terras são da União, ele responde. “São de todos nós, a terra. É só a União fazer o devido processo e partir para que a terra seja regularizada, sem problema nenhum”.

Qual deveria ser o papel do estado diante do MST? 

- Coibir! Veja a medida provisória da Dilma para a questão da greve dos caminhoneiros. Você não pode, segundo ela, obstruir com viaturas as rodovias e nem perturbar o transito. Agora, o MST pode. Com pedra, com pau, com pneu, pode obstruir. Mais ainda, te complemento, votamos na Câmara e o Senado refez o que a Câmara, infelizmente, tinha negado. Se nós formos em um aeroporto e tacarmos fogo em um avião. Será considerado terrorismo, legal, concordo contigo. Agora, se o MST, não. Os grupos sociais podem praticar vandalismo e terrorismo que não é terrorismo. Esse é o papel do estado. Tratar a todos como iguais perante a lei.

Então o MST deve ser considerado grupo terrorista? 

- Sim, é lógico. Você acha que tem MST nos Estados Unidos? A propriedade privada lá é sagrada. Vai você invadir uma fazenda para ver se não é recebido com uma 762 ou uma HK. E tem que ser assim, porque só aquele que tem propriedade privada sabe o quanto ralou e se sacrificou para ter aquilo, aí aparecem 100 ou 200 marginais desocupados, arrebentam tudo o que você tem e fica por isso mesmo? Tá de brincadeira, pô? Fuzil neles! É o que eles merecem.

Militar de reserva, no Facebook Jair Bolsonaro é apelidado de “Bolsomito” e é conhecido por declarações consideradas, principalmente pela esquerda, como machistas e racistas, além de ser defensor da ditadura militar e da tortura. Já foi condenado pela Justiça por declarações homofóbicas. É cotado como “o candidato da terceira via” para o Brasil, por seus colegas parlamentares e correligionários. No ano passado, em sua sexta legislatura, foi condenado por ofender a colega gaúcha Maria do Rosário (PT) no plenário da Câmara, ao dizer que não estuprava a parlamentar porque ela "não merece".

A reportagem do Olhar Direto procurou a assessoria de imprensa do Movimento Sem Terra para comentar as acusações, e ainda aguarda resposta.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet