Olhar Direto

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Após análise, Petrobrás conclui que substância encontrada em MT não é petróleo

Da Redação - Wesley Santiago

25 Mai 2016 - 12:11

Foto: Reprodução

Após análise, Petrobrás conclui que substância encontrada em MT não é petróleo
Após uma análise, a Petrobrás concluiu que a substância encontrada em um poço de perfuração em São José do Rio Claro (299 km de Cuiabá) não é petróleo. Segundo a estatal, a substância pastosa de cor preta que aparece em um vídeo divulgado na internet é mistura de óleos, graxas e fluidos utilizados no processo de perfuração. Houve ainda descoberta de gás natural, mas não em volumes comerciais.

Leia mais:
Prefeito confirma descoberta de petróleo em cidade de Mato Grosso; vídeo
 
Segundo a assessoria de imprensa da Petrobras, “houve indicações da existência de gás natural de petróleo. Porém, tais indicações não vieram a configurar uma descoberta em volumes comerciais. A substância pastosa de cor preta que aparece no vídeo mencionado passou por análises de laboratório que mostraram ser uma mistura de óleos, graxas e fluidos utilizados no processo de perfuração do poço. Não caracteriza-se, portanto, descoberta de petróleo”.
 
A estatal explica que a Bacia dos Parecis é considerada de nova fronteira exploratória, ou seja, sua geologia é muito pouco conhecida . Por conta disto, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) vem conduzindo várias pesquisas e estudos geológicos para aumentar o conhecimento sobre essa região, e o poço mencionado no vídeo faz parte desses estudos. A Petrobras realizou a perfuração a serviço para a ANP.
 
O caso
 
Um vídeo, divulgado na internet, mostrou o que seria a descoberta do óleo mineral em um dos poços de perfurações em São José do Rio Claro. O prefeito do município, Natanael Casavechia (PSD), chegou a confirmar a veracidade do vídeo. “Ainda não temos a informação de forma oficial, mas não tenho dúvida que foi encontrado petróleo na nossa cidade. Porém, precisamos só desta confirmação oficial. O vídeo é verdadeiro, do poço de São José do Rio Claro e por isso temos a convicção. Agora, resta aguardar”, disse à época ao Olhar Direto.
 
Segundo o gestor, até o momento foram perfurados três poços na região: um em Santa Rita do Trivelato, outro em Brasnorte e por fim em São José do Rio Claro: “Tem oito anos que eles estão na região pesquisando e procurando por petróleo”.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet