Olhar Direto

Notícias / Cidades

Apresentada como "Uber da saúde" plataforma de MT promete descontos em consultas e exames

Da Redação - André Garcia Santana

10 Dez 2016 - 16:28

Foto: Reprodução

Apresentada como
Com descontos em consultas médicas e exames laboratoriais o programa Rede Saúde Legal, lançado em Nova Mutum (239 km de Cuiabá), na segunda-feira (5), promete facilitar o acesso dos usuários a saúde. A proposta, apresentada como “Uber da Saúde”, difere do serviço oferecido pelos planos de saúde, conecta clientes a serviços do setor em uma rede, na qual, além da economia, é oferecida comodidade aos que precisarem de uma farmácia.

Leia mais:
Para ter um diferencial, motorista de uber cuiabano oferece Wi-Fi aos passageiros

Assim, ao adquirir medicamentos em uma das unidades da Rede Saúde Legal, o usuário terá acesso aos descontos em consultas. Além disso, quem não puder se deslocar até uma unidade cadastrada, pode apenas apertar um botão no celular para que um atendente da farmácia mais próxima retorne a ligação e receba a demanda, que ainda poderá ser entregue.

O idealizador Jacyara Cortez de Lucena explica o aplicativo retoma o atendimento personalizado e humanizado. “O programa terá um alcance social sem precedentes e poderá representar um marco na história da promoção da cidadania no país e no resgate da dignidade do povo brasileiro.” Ele aadiantan que em breve o programa será lançado em Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop e Cuiabá.

Para garantir a mudança no atendimento, os colaboradores das farmácias cadastradas no programa estão recebendo qualificação de atendimento, reposicionamento de produtos e também a participação no aplicativo, disponível gratuitamente para toda a população, que faz a conexão do cidadão com a farmácia mais próxima da sua casa.
 
“O aplicativo é muito simples e, com apenas um toque a pessoa acessa a farmácia mais próxima, que vai ligar para ela e realizar o atendimento com calma e de maneira totalmente personalizada. Após a aquisição, o medicamento é entregue em casa sem nenhuma taxa de entrega”, explicou Eugênio Mazzine, gerente técnico do programa.
 
Mazzine ressaltou ainda que os dados da pessoa cadastrada ficam armazenados, criando um arquivo médico dela, facilitando futuros atendimentos.“Outro importante benefício é que após o cadastro e a primeira compra o cidadão ganha também um vale-desconto em médicos e laboratórios associados e listados no APP. Funciona como um plano de saúde, mas sem mensalidade”, ressaltou.
 
Para o farmacêutico Bruno Lima da Cruz, o lançamento do programa é essencial para conscientização de todos sobre a importância do atendimento com qualidade.“O que nós estamos começando aqui hoje é um trabalho de formiguinha, onde temos que esclarecer que o preço em conta é importante, mas o mais importante é a saúde”, destacou.
 
O empresário João Carlos Pereira, dono da Farmácia Isis, foi um dos primeiros a aderir ao programa.“Só de entrar em nossa farmácia você percebe as mudanças, que começam pela disposição dos produtos. Queremos garantir o melhor atendimento cidadãos”.
 
Humanização

 “O Sistema Único de Saúde (SUS), que apesar da proposta magnífica de promover saúde para todos, ainda está longe de atingir o patamar almejado; a assistência farmacêutica sofre o desabastecimento das prateleiras nas unidades públicas; e na rede privada muitos se preocupam apenas com lucros e não com a saúde das pessoas.Por isso decidimos tomar esta iniciativa”, afirma.

Para ele, o formato se assemelha ao programa Bolsa Família, porém sem dispender um centavo dos cofres públicos. O criador lembra ainda que as farmácias se transformaram, nos últimos anos, em ambientes frios, nos quais o atendimento se restringe a compra e venda de um produto, onde o cidadão é tratado apenas como um mero cliente, como se fosse um supermercado.

“As farmácias não vendemo produto pensando na saúde do cidadão. E o Rede Saúde Legal vem para retomar o atendimento humanizado, por meio de profissionais capacitados, colocando o cidadão em contato direto com o farmacêutico para solução de dúvidas e esclarecimentos com foco saúde”.
 
Ele contou que após várias visitas a farmácias pode perceber que o atendimento personalizado aos cidadãos tinha sido deixado de lado, e o foco passou a ser as promoções.“Focar somente em promoção de preço é um erro. Temos que devolver a cidadania as pessoas que necessitam dos serviços de saúde. Temos que garantir a qualidade de atendimento, ter certeza que a pessoa realmente está levando o que precisa, com a melhor qualidade possível. A compra de medicamento não pode ser um impulso imediato”, explicou.
 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eunice Ferreira da silva
    21 Dez 2016 às 18:37

    Adorei

  • Lozenir
    21 Dez 2016 às 18:19

    Parabéns ao idealizador desse projeto Jacyara Cortez de Lucena....Certeza de sucesso, tendo em vista o absurdo que os planos de saude nos cobram sem falar do atendimento ruim que recebemos. Na torcida pelo sucesso, e que isso seja implantado rapidamente aqui em Cuiabá e onde mais puder ser implantado.

  • karla
    20 Dez 2016 às 15:56

    Acho que tudo vale a pena sim! Essas iniciativas sao de grande valia, e todos antes de sermos empresarios, medicos somos cidadaos... e sendo cidadaos de bem e exercendo isso teremos a solidariedade como parceira. Se tornara um clico do bem!

  • Felipe
    13 Dez 2016 às 16:54

    Os planos de saúde tem muito o que aprender com isso. Porque, sério, é preciso pesquisar muito bem antes de fechar com um plano que valha realmente a pena, para evitar dores de cabeça. Andei fuçando na net e descobri um blog que tras informação realmente uteis que me ajudaram na escolha: http://valordeplanosdesaude.com.br/

  • joaoderondonopolis
    11 Dez 2016 às 16:37

    Quero ver "Uber da Saúde" "Uber Taxi"também em Rondonópolis e posterior "Uber Jurídico".

  • Escolastico
    10 Dez 2016 às 21:10

    Quero ver só , arrumar um médico para dar descontos em seu serviço , e o outro faturar em cima dele , só sendo muito inocente para cair nessa !

Sitevip Internet