Olhar Direto

Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Empresário de MT envolvido em esquema de R$ 8 milhões é preso em SC; Wanderley da Trimec será conduzido

Da Redação - Wesley Santiago

14 Fev 2017 - 12:02

Foto: Reprodução

Wanderley da Trimec teve mandado de condução coercitiva expedido contra ele

Wanderley da Trimec teve mandado de condução coercitiva expedido contra ele

Dois empresários, que são acusados de participar do esquema de mais de R$ 8 milhões, investigado na quinta fase da ‘Operação Sodoma’, deflagrada nesta terça-feira (14), tiveram os mandados cumpridos em Santa Catarina. Valdísio Juliano Viriato teve a prisão preventiva cumprida, através de carta precatória, em Balneário Camboriú (SC). Wanderley Facheti Torres, sócio da Construtora Trimec, foi conduzido coercitivamente por policiais que estiveram em Itajaí (SC).

Leia mais:
Operação que prendeu Faiad teve busca e apreensão até em apartamento de luxo na praia; veja lista
 
Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos endereços de Valdísio e Wanderley. Cartas precatórias foram expedidas para as comarcas de Balneário Camboriú e Itajaí. Tanto os envolvidos, como também os objetos arrecadados durante as diligências, serão trazidos para Cuiabá.
 
Os mandados foram expedidos individualmente, de modo que possam ser cumpridos separadamente. O prazo de cumprimento é de 60 dias, segundo consta na decisão da juíza da 7ª Vara Criminal, Selma Arruda. “Conste nos mandados de prisão que, após o seu cumprimento, os que estiverem custodiados nesta Comarca deverão ser apresentados a este juízo em 24 horas. Caso ocorra cumprimento em local diverso, os presos deverão ser levados à presença do juízo criminal competente ou à Central de Audiências de Custódia”, diz trecho do documento.
 
Além da prisão preventiva, Valdísio teve expedido contra ele mandados de busca e apreensão em três apartamentos, localizados no Centro de Balneário Camboriú (SC). O empresário também teve as contas pessoais e jurídicas bloqueadas. Contra Wanderley, foram três mandados de busca e apreensão, em apartamentos de Cuiabá, Várzea Grande e Itajaí (SC).
 
Investigação
 
Segundo a Polícia Civil apurou, as empresas foram utilizadas pela organização criminosa, investigada na operação Sodoma, para desvios de recursos públicos e recebimento de vantagens indevidas, utilizando-se de duas importantes secretarias, a antiga Secretaria de Administração (Sad) e a Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana  (Septu), antiga Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).
 
As duas empresas, juntas, receberam aproximadamente R$ 300 milhões, entre os anos 2011 a 2014, do Estado de Mato Grosso, em licitações fraudadas. Com o dinheiro desviado efetuaram pagamento de propinas em benefício da organização criminosa no montante estimado em mais de R$ 8,1 milhões.
 
Confira a lista:
 
Prisões Preventivas
 
Silval da Cunha Barbosa
Sílvio César Corrêa de Araújo
José de Jesus Nunes Cordeiro
Francisco Anis Faiad
Valdísio Juliano Viriato

 
Conduções Coercitivas
 
Francisco Gomes de Andrade Lima Filho
Marcel Souza de Cursi
Arnaldo Alves de Souza Neto
Lúdio Frank Mendes Cabral
Wanderley Fachetti Torres
Rafael Yamada Torres
Diego Pereira Marconi
Valdecir Cardoso de Almeida
Wilson Luiz Soares Pereira
Mário Balbino Lemes Júnior

 
Busca e Apreensão
 
Condomínio Alpha Garden, Bairro Rodoviária Parque, Cuiabá (Faiad)
Edifício Terceiro Milênio, bairro Centro, Balneário Camboriú - SC (Valdisio)
Edifício Avangard Exclusive House, bairro Centro, Balneário Camboriú -SC (Valdisio)
Edifício Villa Serena Home Club, bairro Centro, Balneário Camboriú - SC (Valdisio)
Edifício Village do Boa, bairro Boa Esperança, Cuiabá (Ludio)
Edifício Ravena, bairro Centro, Várzea Grande (Wanderley)
Edifício American Park, bairro Jardim das Américas, Cuiabá (Wanderley)
Apartamento na rua Delfim Mário de Pádua Peixoto, Praia Brava, Itajaí - SC (Wanderley)
Condomínio Vila Residente, Parque George, Cuiabá (Diego)
Casa, no bairro CPA IV, Cuiabá (Valdecir)

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • RAFAEL
    15 Fev 2017 às 15:31

    Moro - SELMA - CADÊ OS O U T R O S S S S ? ? ? ? ?

  • Cityzen
    15 Fev 2017 às 15:04

    Parabéns à juiza Selma pela firmeza no combate aos crimes do colarinho-branco em Mato Grosso. Tem todo o respeito da população de bem que paga imposto e sofre para sobreviver.

  • Claudio
    15 Fev 2017 às 11:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • ERASMO CARLOS
    15 Fev 2017 às 08:20

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ademir
    15 Fev 2017 às 00:13

    Está mais que demonstrado que Servidores Públicos só pensam em si! Eu sou Funcionário Publico Federal e por experiência posso dizer que tem colegas que o diálogo deles é só aumento de salários, sem qualquer produtividade, sem se qualificar, embora com essa juventude a realidade lentamente está mudando, mas infelizmente a filosofia é que se dane o resto, que se dane quem precisa da prestação dos Serviços Públicos! Nunca podemos ser solidários com o próximo? Vingança só pra eleger pessoas suspeitíssimas de cometerem desmandos demonstra a qualidade do pensamento, que qualificação merece quem elege Carlos Bezerra e Wellington Fagundes? Isso só demonstra nossa inteligência e nossa cultura. Que não se reeleja Taques, mas escolher esses que já foram patrocinados por Empreiteiras é não progredir nunca! Vejam quem financiou Wellington Fagundes no link: (A troco de que? : http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/quem-financiou-a-eleicao-de-wellington-fagundes/

  • Valdir
    14 Fev 2017 às 23:31

    Trimec no tempo de Dante era uma pequena empresa, Blairo ( Pagot ), deu um baita empurrou e depois no governo Silval , acabou de se enlamear nos conchavos nas secretarias, resultado estará colhendo nos próximos 20 anos.

  • Acorizal
    14 Fev 2017 às 21:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • mad
    14 Fev 2017 às 17:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Paulo
    14 Fev 2017 às 17:20

    Se pesquisar o crédito consignado vai sair mais coisa.

  • Paulo
    14 Fev 2017 às 17:07

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet